A equipe de investigação da delegacia de Fazenda Rio Grande já tem dois suspeitos de matar o adolescente Denis Roberto Pelizer, 15 anos, no final de semana.

Um laudo preliminar do Instituto Médico Legal apontou que ele foi estrangulado pelo assassino com o fio encontrado ao lado do corpo, e teve pernas e rosto queimados. As suspeitas de autoria do crime foram levantadas pela família e repassadas em depoimento. As pessoas já são investigadas, mas ainda não se sabe o que motivou o assassinato de forma tão brutal.

Denis parou de estudar há um ano e, desde então, passou a usar maconha. Ele saía de casa com frequência para fumar com amigos. De acordo com a família, ele nunca recebeu ameaças e não tinha desavenças. A polícia segue várias linhas de investigação.

Crime

Denis desapareceu na tarde de quinta-feira (22) e a família registrou um boletim de ocorrência. O irmão dele procurou em vários lugares, e o encontrou no final da manhã de sábado (24), em um matagal que fica a 100 metros da casa em que ele vivia com a família.

O laudo do exame do IML, que vai confirmar se a vítima sofreu algum tipo de abuso sexual, ainda não ficou pronto. Um amigo que, assustado, procurou por Denis em casa na noite de quinta-feira (quando, provavelmente, ele já estaria morto), deverá ser intimado para prestar depoimento.