A suspeita de desvio de cartões de banco fez os proprietários de uma empresa de entregas pedirem ajuda à polícia. Na sexta-feira (16), investigadores do 4.º Distrito Policial (Boa Vista), foram até a casa do motoboy Everton Galvão, 28 anos, na Cidade Industrial, e confirmaram que ele não entregava as correspondências aos destinatários. Na residência dele, foram encontrados cerca de 400 cartões, de quatro bancos diferentes, além de cartões-transporte e vales-alimentação. O motoboy foi preso em flagrante, por furto qualificado.

“O dono da empresa recebia das mãos dele os recibos de entrega assinados, mas eram assinaturas falsas. Ele desviava os cartões e tentava vendê-los ou desbloqueá-los. Estava dando prejuízo diário de quase R$ 50 mil, segundo a empresa”, explicou a delegada Vanessa Alice. Os cartões eram dos bancos Itaú, Santander, Banco do Brasil e HSBC.

Mandado

Antes mesmo de ser admitido na empresa, Everton tinha mandando de prisão por furto e estava com a carteira de habilitação suspensa. Ganhava em média R$ 1,30 por envelope entregue e, há uma semana, os patrões começaram a perceber os desvios.

“Pelo volume de cartões, acreditamos que ele agia há mais tempo. Como não conseguiu desbloquear nenhum cartão, foi autuado apenas por furto e escapou de ser acusado de estelionato”, comentou
Vanessa.