Uma equipe da Polícia Rodoviária Federal (PRF) atendeu uma ocorrência inusitada na noite de sexta-feira (29). Ao organizar o trânsito o novo bloqueio para obras na Linha Verde Norte, no bairro Atuba, um casal pediu socorro para salvar a filho, um bebê recém-nascido, que havia se engasgado ao ser amamentado.

LEIA MAIS – FGTS terá rodada de saque imediato de até R$ 1.045 em junho; saiba como sacar

A criança estava sem respirar, vermelhidão na face e sem movimentos, o que indicava que o caso era grave. De imediato, um dos policiais começou o procedimento de salvamento chamada de Manobra de Heimlich, que consiste em deitar a criança de bruços sobre o braço, apoiá-la na palma da mão de cabeça para baixo, com o tronco mais baixo que as pernas, e efetuar 5 compressões com o “calcanhar” da mão nas costas. Logo após, o bebê é virado de barriga para cima e são feitas mais cinco compressões sobre o esterno (osso que divide o peito ao meio), na altura dos mamilos.

Após alguma tentativas de reanimação, o bebê foi voltando a respirar aos poucos e chorou. A PRF escoltou o carro dos pais até o Hospital Angelina Caron, na cidade vizinha de Campina Grande do Sul, para que o bebê recebesse atendimento médico. A criança ficou internada até a manhã deste sábado (30).


A Tribuna precisa do seu apoio! 🤝

Neste cenário de pandemia por covid-19, nós intensificamos ainda mais a produção de conteúdo para garantir que você receba informações úteis e reportagens positivas, que tragam um pouco de luz em meio à crise.

Porém, o momento também trouxe queda de receitas para o nosso jornal, por isso contamos com sua ajuda para continuarmos este trabalho e construirmos juntos uma sociedade melhor. Bora ajudar?