Uma tentativa de fuga na carceragem da Delegacia de Furtos e Roubos de Veículos (DFRV) de Curitiba foi frustrada pela polícia no fim da tarde deste sábado (29). O detento Marcos Pires da Fonseca, de 23 anos, morreu no local e outro preso ficou ferido. Um inquérito policial foi instaurado para apurar as circunstâncias da tentativa de fuga, do tumulto e da morte do preso.

Faca improvisada usada para tentar concretizar a fuga. Foto: Divulgação
Faca improvisada usada para tentar concretizar a fuga. Foto: Divulgação

De acordo com a polícia, 85 presos ocupavam o Setor de Carceragem Temporária no momento da tentativa de fuga. Os detentos estouraram o cadeado da cela e partiram para cima do agente de cadeia e do policial que faziam a segurança. A capacidade do local é para 28 presos.

Um agente foi rendido e o policial, que estava armado, efetuou um disparo e conseguiu se livrar dos detentos que, ainda assim, tomaram sua espingarda. No retorno do policial, o agente ainda era ameaçado pelos detentos, que estavam em posse da arma, e “para evitar que o colega fosse baleado, foi necessário efetuar um disparo, que acertou um dos detentos”, diz parte da nota enviada pela Polícia Civil.

+ Fique esperto! Perdeu as últimas notícias de hoje sobre segurança, esportes, celebridades e o resumo das novelas? Clique agora e se atualize com a Tribuna do Paraná!

O Siate foi acionado para prestar atendimento, mas o preso baleado acabou morrendo. Outro preso que ficou ferido também foi socorrido. O delegado-adjunto da DFRV, Éric Tutia Guedes, destacou que foram acionados o Centro de Operações Policiais Especiais (Cope), Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), Instituto de Criminalística e Instituto Médico Legal (IML).

O detento que morreu foi identificado havia sido preso em flagrante por receptação de veículo roubado. Já o suspeito que ficou ferido tem 25 anos e foi preso em flagrante, por roubo, no dia 23 de outubro. Ele também era foragido de Santa Catarina.