O soldado Lucas Liça, da Polícia Militar, morreu depois de um acidente com um caminhão no quilômetro 103 da BR-277, em Campo Largo, na tarde desta quarta-feira (1). Lucas, que tinha 31 anos, bateu a motocicleta que pilotava contra o gigante e chegou a ser socorrido, mas não resistiu.  

De acordo com testemunhas, o soldado, que era morador de Campo Largo, atingiu em cheio a carreta, que fazia um retorno na pista. Na moto, o rapaz tentou frear, mas não teve tempo suficiente e foi parar embaixo do rodado do caminhão.

Foto: Reprodução/Facebook.

Já em estado grave, ele foi socorrido por uma equipe da concessionária e encaminhado ao Hospital Nossa Senhora do Rocio. Logo que chegou, Lucas foi encaminhado à cirurgia. Por volta das 20h, ainda durante procedimento cirúrgico, ele não resistiu.

O velório do soldado da PM está sendo realizado na Capela da Igreja do Orleans, em Curitiba. O sepultamento será no final da tarde desta quinta-feira (2) no cemitério da Colônia Dom Pedro, em Campo Largo.

Caminhoneiro

Policiais rodoviários federais que atenderam o acidente descobriram que o reboque do caminhão era furtado. Equipes policiais constataram que o reboque da carreta tinha alerta de furto. Por conta disso, depois de fazer exame de dosagem alcoólica, que deu negativo, o motorista foi encaminhado, junto com o caminhão, à Delegacia de Campo Largo.

Na delegacia, os policiais descobriram que o alerta do veículo era de 2009 e que o proprietário não tinha dado baixa no alerta, quando o veículo foi localizado. Imediatamente, o alerta, que não tinha nada a ver com a atual situação do caminhão, foi finalizado e o veículo entregue ao proprietário.

O motorista foi interrogado e, como a vítima faleceu, deve ser indiciado por homicídio culposo (quando não há intenção de matar). De qualquer forma, de acordo o delegado Hertel Rehbein, a Polícia Civil continua investigando o acidente. 

Outro

Na noite de quinta-feira outro grave acidente tirou a vida de duas pessoas na BR-277. Povo se revoltou e fez protesto por melhorias no trecho.