Dois policiais militares foram baleados na saída do Bali Bar, no final da madrugada de ontem, em Curitiba. O soldado Alexandre Magnus Leal da Silva, 29 anos, do 12.º Batalhão da PM e lotado no Núcleo de Proteção à Criança e ao Adolescente Vítimas de Crimes (Nucria), morreu na hora. Carlos Roberto da Silva, 29, foi ferido no pé e levado pelo Siate ao Hospital do Cajuru.

De acordo com informações da sala da imprensa da Polícia Militar, por volta de 5h, os policiais foram chamados para apartar uma briga que teria começado dentro da casa noturna localizada na Rua José Loureiro, esquina com a Rua Desembargador Westphalen, no centro. No meio da confusão, foram ouvidos tiros e os dois policiais ficaram caídos no chão.

Investigadores da Delegacia de Homicídios (DH) estiveram no local e, mesmo se tratando de PMs, devem continuar investigando o caso. No fim da tarde de ontem, uma equipe da DH fazia patrulhamento na cidade atrás dos suspeitos. A Polícia Militar, por meio de sua assessoria de imprensa, informou que só divulgará detalhes do caso hoje pela manhã.

Outra vez

Em maio de 2008, o Bali Bar foi cenário de outro tiroteio entre clientes e dois policiais de folga. Segundo matéria publicada no Paraná Online, Alexandre Magnus estava presente no estabelecimento na ocasião.

O segurança Leandro Lourenço, 24, estava na entrada do bar fazendo revista e percebeu que um dos clientes carregava uma arma. Leandro nem teve chance de pedir para o rapaz entregar a arma e foi baleado. O cliente foi contido à bala (ficou ferido) por dois policiais de folga e um deles era Alexandre.