O motorista do carro que atropelou o soldado da Polícia Militar (PM) Luiz César Kaseker, 39 anos, em frente à uma farmácia, em São José dos Pinhais (SJP), foi indiciado pelo inquérito da Polícia Civil e deve responder por lesão corporal culposa qualificada pelo estado de embriaguez ao volante. O motorista, de 65 anos, invadiu a calçada no cruzamento da Rua Almerinda de Oliveira Alves com a Rua Deputado Ernesto Moro Redeschi, no bairro Riacho Doce, por volta das 20h15 do dia 6 de maio.

O soldado da PM teve que amputar partes das duas pernas, após ter ficado esmagado entre a parede da farmácia e o veículo que o atropelou. Na terça-feira (18), Kaseker recebeu alta do hospital e familiares mantêm aberta uma vaquinha on-line que junta recursos para ajudar no tratamento médico do PM. Na saída, ele foi aplaudido por amigos e familiares.

Segundo o delegado Fábio Machado, da Delegacia de SJP, a conclusão do inquérito policial apontou a necessidade de indiciar o motorista do veículo. “A Polícia Civil entendeu sim que havia indícios suficientes de autoria por parte do condutor do veículo, que foi indiciado pela lesão corporal culposa qualificada pelo estado de embriaguez. Esse senhor vai responder pelo seu crime. Ele confessou os fatos durante o seu interrogatório. O condutor do veículo foi indiciado de acordo com o Código de Trânsito”, explicou Machado.

+Leia mais! Serial killer de Curitiba pode ter feito quarta vítima. Polícia investiga novo caso

Na saída do hospital, na manhã desta quarta-feira, o soldado Kaseker foi recebido com homenagem dos familiares. No dia do acidente, o motorista do veículo também chegou a ser encaminhado ao hospital com alguns ferimentos. 

Imagens do acidente retiradas de uma câmera de segurança da farmácia mostram o exato momento em que o veículo, um Fiat Uno, invade a calçada onde o soldado Kaseker estava. Testemunhas disseram que o carro estava em alta velocidade e, por isso, não conseguiu fazer a curva acentuada do cruzamento. Moradores e comerciantes da região também contaram que o cruzamento é perigoso e a curva já foi motivo de pedidos da população para instalação de lombada ou semáforo.

No boletim de ocorrência, a PM relatou suspeita de embriaguez ou consumo de substância psicoativa pelo motorista, por causa da fala arrastada ao responder aos questionamentos da PM. O teste do bafômetro, de acordo com a PM, deu o resultado de 0,99 miligrama de álcool por litro de ar expelido.

O motorista foi preso em flagrante e delito e está sob escolta policial no hospital. Ele foi autuado por embriaguez ao volante e lesão corporal grave.

+Viu essa? Vítimas de serial killer demonstravam amor pela vida e humor nas redes sociais

Para ajudar

Para colaborar com a vaquinha da família, os dados são da conta bancária da esposa do soldado Kaseker, Vanessa Teter Pancieri da Silva.

Conta bancária:

Caixa econômica

Ag: 0406

Operação: 001

Conta corrente: 333390

Pix: CPF: 03395326969