Um grupo de estudantes da Universidade Federal do Paraná (UFPR) venceu em junho um concurso acadêmico criado pela Câmara Municipal de Curitiba para criação de um projeto da nova ponte no Parque Tingui.

A equipe Ekobé, do curso de Arquitetura e Urbanismo, ganhou o concurso com o design inspirado no Memorial Ucraniano, que também fica no parque. O projeto foi avaliado por engenheiros do Instituto de Engenharia do Paraná (IEP) e do Instituto Tecnológico de Transportes e Infraestrutura (ITTI) e deve ser encaminhado à prefeitura. Mas nada deve mudar no parque tão cedo. Isso apesar da promessa do prefeito Rafael Greca de uma nova ponte de concreto no local para 2019.

LEIA MAIS – De saúde boa à UTI em horas. Agressividade da covid-19 preocupa em Curitiba

Pelo projeto dos universitários João Pedro Reguim de Paulo, Mateus Tedeschi Diogo dos Santos e Sofia Moresca de Lacerda, a estrutura teria base mista entre madeira de reflorestamento e concreto armado. A estrutura teria passagem para pedestres e ciclistas. “É uma estrutura que acaba sendo mais barata, mais viável que uma ponte inteira de concreto armado e mais barata no longo prazo, por ter alta durabilidade”, comenta João Pedro ao site da UFPR.

Ponte no Parque Tingui inaugurada em 2020. Foto: Daniel Castellano / SMCS

Uma nova ponte de concreto foi prometida por Greca em fevereiro de 2018, após parte da estrutura de madeira despencar e interditar o local por 20 dias. “Pedi para a Secretaria de Obras Públicas elaborar o projeto de construção de uma ponte de concreto definitiva no local. Essa ficará pronta em 2019”, prometeu o prefeito em postagem em sua conta pessoal no Facebook há dois anos.

O que diz a prefeitura

Após reforma da estrutura de madeira em 2018, outra ponte também de madeira foi construída em 2020. E por estar funcionando e atendendo às necessidades da comunidade, esta estrutura de madeira deve continuar por mais tempo, segundo a prefeitura.

VEJA MAIS – PR deve ser último estado a sair da pandemia e isso pode ser bom. Entenda!

A prefeitura explica que o concurso vencido pelos estudantes da UFPR não tem relação alguma com a construção de nova estrutura no parque. Segundo o Instituto de Pesquisa e Planejamento de Curitiba (Ippuc) e a Secretaria Municipal de Obras (SMOP), não existe um projeto específico para a construção da estrutura em concreto.

O Ippuc afirma ainda que se o projeto for encaminhado ao órgão, será recebido e possivelmente encaminhado à Secretaria Municipal do Meio Ambiente, que tem um estudo em curso.


A Tribuna precisa do seu apoio! 🤝

Neste cenário de pandemia por covid-19, nós intensificamos ainda mais a produção de conteúdo para garantir que você receba informações úteis e reportagens positivas, que tragam um pouco de luz em meio à crise.

Porém, o momento também trouxe queda de receitas para o nosso jornal, por isso contamos com sua ajuda para continuarmos este trabalho e construirmos juntos uma sociedade melhor. Bora ajudar?