Passageiros da linha Rio Branco do Sul – Curitiba tiveram um grande susto na manhã desta quarta-feira (24). O que tinha tudo para ser uma simples viagem corriqueira até o Centro, acabou dando o que falar.

+Leia mais! Sanepar é multada em R$ 1,5 milhão após anunciar reajuste de 12,13%

Problemas corriqueiros como a lotação, sujeira e quebra do veículo já fazem parte da rotina. Mas uma porta caindo quando o ônibus fazia uma curva é algo inédito. Luciana Alionço, de 43 anos, moradora de Rio Branco do Sul, ficou bastante assustada. “Três vezes por semana eu venho trabalhar em Curitiba. Sou diarista e conheço a realidade. No entanto, nunca tinha passado por isto. Foi trágico ao ver que a porta voou para a rua e poderia ter acertado alguém ou até um veículo”, desabafou Luciana para a reportagem da Tribuna do Paraná.

+ Fique esperto! Perdeu as últimas notícias sobre segurança, esportes, celebridades e o resumo das novelas? Clique agora e se atualize com a Tribuna do Paraná!

A queda da porta ocorreu na Rua Nilo Peçanha, bem próximo ao Hipermercado Condor, no bairro do Bom Retiro. “Eu tinha percebido que algo estava errado e resolvi filmar. Quando percebi, a porta se soltou e as pessoas do ônibus se assustaram com a gravidade. Graças a Deus, no momento não tinha ninguém próximo da porta”, ressaltou Luciana.

Após ser avisado, o motorista parou imediatamente o veículo. Aí entrou em ação o cobrador que deixou o local de trabalho para ir recuperar a porta. O vídeo do cobrador foi gravado pela própria Luciana. “O rapaz foi muito atencioso e entrou no clima da situação. Claro que agora a gente até dá uma risada, mas poderia ter acontecido algo muito grave. Já imaginou que isto ocorre na rodovia?”, questionou Alionço.

Sobrou pro cobrador, que deixou o local de trabalho para ir recuperar a porta. Foto: Reprodução.
Sobrou pro cobrador, que deixou o local de trabalho para ir recuperar a porta. Foto: Reprodução.

Com a porta na mão, o cobrador até tentou recolocar no local original, mas os usuários do transporte público não estavam com muita paciência. “Fizemos até uma pressão e a porta ficou lá na frente próximo ao motorista. Como estávamos perto do destino (Praça 19 de Dezembro), fomos sem a porta mesmo. Apenas as outras duas estavam fechadas (frente e meio do ônibus).

+Leia também: Após ser fechado, motorista cai de estrada e para capotando em marginal

Sem o suporte!

Segundo Rodrigo Cardoso de Sá, gerente de manutenção da Viação do Sul, empresa responsável pela linha, o veículo sempre passa por vistoria, mas houve uma quebra de um suporte. “O ônibus passa por manutenção e temos o cuidado quando colocamos o veículo na rua. Quando chegou ao destino, o veículo retornou para a garagem”, relatou Rodrigo para a reportagem da Tribuna do Paraná. O ônibus ainda não voltou a circular e sem previsão de retorno.

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do trio de ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!

Conheça a história do Teatro Regina Vogue em Curitiba, que completa 15 anos