ATUALIZADO QUARTA-FEIRA, 30/05

Com a falta de combustíveis na maioria dos postos de Curitiba e Região Metropolitana, muita gente ficou em alerta em busca de qualquer chance para abastecer. Como rastro de pólvora, as notícias sobre os poucos estabelecimentos onde os produtos chegam, se espalham via Whatsapp e redes sociais e, em poucos minutos, as filas quilométricas dominam os acostamentos das quadras próximas aos locais onde há combustível.

+ VEJA A LISTA: postos com gasolina e etanol em Curitiba nesta terça-feira (29)

+ SIGA EM TEMPO REAL: o que está acontecendo no 9º dia da greve dos caminhoneiros

Nos últimos dias a procura por postos com combustíveis aumentou após o anúncio de que o Governo Federal irá atender a parte das exigências dos grevistas.

Durante todo o final de semana a busca por combustíveis foi enorme. Apesar de lamentar a situação, o empresário Antonio Silveira, 45, não viu outra alternativa a não ser perder a manhã de sábado para encher o tanque do carro. “Estou na fila desde as 11h, agora é 12h15 e ainda estou esperando. Infelizmente não dá pra perder a chance de abastecer. Precisamos da gasolina pra trabalhar e esse é único jeito”, declarou. Mesmo assim, apesar dos transtornos, o comerciante apoia a greve dos caminhoneiros. “Só assim para o governo enxergar o lado da população”, disse.

Escoltas chamam atenção

Viaturas da Polícia Militar (PM) e da Guarda Municipal (GM) foram flagradas, durante todo o final de semana escoltando caminhões tanque em diferentes pontos de Curitiba. As imagens foram replicadas em grupos de Whatsapp por testemunhas que passavam pelos locais e questionavam para onde os combustíveis estariam sendo levados.

Num dos registros, dois caminhões que passavam pela Rua Carlos Klemtz, bairro Fazendinha, aparecem sendo escoltados por três viaturas da Ronda Tático Motorizada (ROTAM). O responsável pela filmagem brinca dizendo: “Tá chegando gasolina”, supondo que o caminhão seguiria rumo a algum posto. Na manhã deste sábado (26), por volta das 9h, nossa equipe de reportagem também flagrou um caminhão tanque no bairro Abranches. Este era escoltado por duas viaturas da Guarda Municipal (GM).

A Tribuna do Paraná entrou em contato com a Secretaria de Estado da Segurança Pública do Paraná (Sesp-PR), que afirmou que as viaturas da PM estão sendo disponibilizadas somente para escolta de caminhões que transportam combustíveis destinados ao abastecimento de veículos utilizados em serviços emergenciais como transporte público, ambulâncias e as próprias viaturas.

Já a GM informou que o ônibus visto no bairro Abranches fazia o abastecimento dos ônibus do transporte coletivo em uma das garagens próximas ao local, assim como já tinha acontecido de madrugada.

Aplicativo ajuda a localizar postos com gasolina

Uma ferramenta que pode ser uma aliada dos consumidores no momento de procurar postos que ainda têm estoques de combustíveis é o aplicativo Menor Preço,  do Programa Nota Paraná. Como ele registra as emissões de documentos fiscais do varejo em tempo real, é possível conhecer quais postos estão efetuando vendas. Para usar, basta baixar o aplicativo no celular e procurar a aba “combustíveis”. Além de mostrar, no mapa, quais estabelecimentos estão comercializando gasolina neste momento, a ferramenta ainda mostra os valores cobrados em cada um deles.

Quais postos têm gasolina em Curitiba?

Veja a lista atualizada até a noite de terça-feira.