Na noite de sexta-feira (12) em que a prefeitura de Curitiba decretou medidas mais pesadas no combate contra a covid-19, adotando a bandeira vermelha de alerta máximo diante da doença, várias pessoas e estabelecimentos foram multados por descumprimento as regras sanitárias impostas pela pandemia.

Cinco estabelecimentos foram interditados e 32 autos de infração foram lavrados, somando multas de R$ 341 mil. Todos os locais vistoriados foram denunciados pela população.

+ Leia mais: Bandeira VERMELHA em Curitiba: Lockdown começa neste sábado para frear covid-19

A operação composta por equipes da Ação Integrada de Fiscalização Urbana (Aifu) percorreram vários bairros da cidade e até um helicóptero foi utilizado na tentativa de coibir as irregularidades. Somente na Cidade Industrial de Curitiba (CIC), em uma festa clandestina foram lavrados 26 autos de infração por reincidência na realização de festas e por promover evento em massa. As pessoas que estavam no local também assinaram os autos de infração.

No Portão, um bar e lanchonete foi multado em R$6.100 por descumprir a restrição de atividade e pela falta do uso da máscara de proteção. Na Água Verde, um estabelecimento foi multado em R$10 mil por ser reincidente na atividade irregular na pandemia. Ainda nos bairros, no Tarumã, um estabelecimento foi autuado em R$ 5 mil por descumprir a restrição de horário e no Centro, uma casa noturna levou multa de R$50 mil por restrição de atividade.

+ Veja também: Decreto da bandeira vermelha limita em 50% ocupação dos ônibus em Curitiba

Semana foi de multas

Entre a segunda-feira (8) e a madrugada da quinta-feira (12) foram vistoriados 110 estabelecimentos comerciais e de serviço como bares, restaurantes, boates, tabacarias, distribuidoras de bebidas, lanchonetes, clubes recreativos, quadras de esportes entre outros. Sete estabelecimentos foram interditados e 11 autos de infração foram lavrados somando R$150 mil.

Desde o dia 5 de janeiro, foram vistoriados 769 estabelecimentos, dos quais 227 tiveram as atividades paralisadas e 521 autos de infração foram lavrados somando R$ 6.476.300 em multas.

Se observar alguma atividade ilegal ou clandestina, denuncie pelo 156 ou chame a polícia.