A Prefeitura de Curitiba realizou no final da tarde deste sábado uma transmissão ao vivo em seu Facebook para atualizar os casos de infecção por coronavírus na cidade. Participaram a secretária Municipal de Saúde, Márcia Huçulak, e a médica infectologista Marion Burger. Elas confirmaram que o médico da UPA do Boqueirão, Jamal Burk, teve grande melhora no seu estado de saúde. Assista!

+ Leia mais: Curitiba tem 29 casos de novo coronavírus, um em estado grave, dos 42 no Paraná

BOLETIM SOBRE O CORONAVÍRUS ⚠Acompanhe ao vivo o boletim de informações sobre o coronavírus. Conversamos com a secretária da Saúde Márcia Huçulak e a médica infectologista, Marion Burger. Intérprete de Libras, Lidiane Santos.

Posted by Prefeitura de Curitiba on Saturday, March 21, 2020

Jamal Jamal Munir Bark atende na UPA do Boqueirão e estava em estado grave, internado na UTI do Hospital Marcelino Champagnat. Ele é médico ginecolosita e obstetra e teria trabalhado normalmente até a tarde de quinta-feira, quando passou mal. Ele teria tido contato com um colega de trabalho que esteve em São Paulo e também apresentou sintomas.

+ Leia mais: PR abre contratação imediata de profissionais e estudantes para tratamento do coronavírus

Segundo a prefeitura, as pessoas que tiveram contato próximo com esses dois profissionais da UPA Boqueirão, no período de transmissão do novo coronavírus, estão sendo monitoradas e orientadas a uma quarentena mínima de sete dias. A unidade passou por processo de desinfecção e segue atendendo à população.

Uma senhora, que também estava internada em estado grave, teve uma melhora considerável e até recebeu alta. Segundo a secretária da Saúde de Curitiba, o número de casos suspeitos diminuiu muito, o que foi motivo de satisfação para toda a equipe que vem acompanhando a evolução da doença.

Como prevenir a contaminação por coronavírus

  • Lavar as mãos com frequência/ ou utilizar álcool 70%, principalmente antes de consumir algum alimento;
  • Utilizar lenço descartável para higiene nasal;
  • Cobrir nariz e boca quando espirrar ou tossir;
  • Evitar tocar mucosas de olhos, nariz e boca, higienizar as mãos após tossir ou espirrar;
  • Não compartilhar objetos de uso pessoal, como talheres, pratos, copos ou garrafas;
  • Manter ambientes bem ventilados, evitar contato próximo com pessoas que apresentem sinais ou sintomas da doença;
  • Evitar contato próximo com animais selvagens e animais doentes em fazendas ou criações;
  • Pessoas com sintomas de infecção respiratória aguda devem praticar etiqueta respiratória (cobrir a boca e nariz ao tossir e espirrar, preferencialmente com lenços descartáveis, e depois lavar as mãos).

Baixe o guia de prevenção para compartilhar!

Imprima esse guia em PDF com informações sobre a prevenção do Coronavírus e outras doenças respiratórias virais: