A prefeitura deve definir, nesta sexta-feira (26), se renova ou não o decreto de bandeira vermelha e lockdown em Curitiba, válido até este domingo (28). Já são duas semanas de medidas restritivas que têm como objetivo conter o avanço da covid-19 na cidade. Segundo boletim desta quinta-feira, eram mais 1.135 novos casos de covid-19 e 32 mortes de moradores da cidade infectados pelo novo coronavírus.

Tradicionalmente o anúncio ocorre na sexta-feira, véspera do prazo de vencimento do decreto.

DECIDIDO: Curitiba renova decreto até a páscoa

+Viu essa? Prefeitura de Curitiba vai bloquear cartão transporte de quem tiver resultado positivo pra covid-19

Na prática, a bandeira vermelha indica uma espécie de lockdown em Curitiba, com a proibição de atividades e serviços não essenciais. Nesta quinta-feira (25), a taxa de ocupação de leitos do SUS reservados para pacientes com sintomas da Covid-19 estava em 101% em Curitiba.

+Viu essa? Fila gigante! Prefeitura pede que população siga orientação de horários para evitar aglomeração

No primeiro dia do lockdown em Curitiba, em 13 de março, a secretaria municipal da Saúde registrava mais 31 mortes e 1.262 novos casos de pessoas infectadas. Um dia antes da segunda renovação, no dia 19, Curitiba tinha mais 44 mortes e 914 novos casos.

+Leia mais! TCE-PR pede a Justiça para reconsiderar pedido de suspensão dos ônibus em Curitiba