A Prefeitura de Curitiba terá mais R$ 30 milhões para fresa e recape de 47,32 quilômetros de asfalto em 59 ruas da cidade. O investimento faz parte de um convênio de financiamento assinado nesta sexta-feira (1º/12) pelo prefeito Rafael Greca e o governador Beto Richa. O evento de assinatura foi no Salão Brasil, na Prefeitura de Curitiba.

“Com o ajuste fiscal, Curitiba voltou a ter a certidão negativa do Tribunal de Contas para contrair investimentos como esse. Graças aos nossos servidores e vereadores a casa está arrumada e agora podemos voltar a fazer a zeladoria urbana”, afirmou o prefeito, que estava acompanhado da primeira dama Margarita Sansone.

Greca agradeceu o governador pelos investimentos na cidade. “Com as contas em dia, Curitiba tem hoje um grande parceiro que é o Governo do Paraná. São muitos investimentos programados para todas as áreas”, afirmou.

O novo convênio é com a Secretaria de Desenvolvimento Urbano do Paraná (SEDU), com financiamento da Agência de Fomento do Paraná. O governador destacou os bons projetos apresentados pela Prefeitura de Curitiba e também destacou o ajuste fiscal estadual.

“Hoje o Paraná dá exemplos ao Brasil de uma gestão ética e responsável que investe em todos os 399 municípios do Estado. Curitiba tem hoje no Governo um grande parceiro para obras importantes de infraestrutura”, afirmou Richa.

Os serviços serão executados pela Secretaria de Obras Públicas contemplando as regionais Boa Vista, Matriz, Santa Felicidade, Bairro Novo, Boqueirão, Cajuru, Pinheirinho e Portão. O vice-prefeito e secretário de Obras Eduardo Pimentel explica que a seleção das ruas seguiu critérios técnicos, como vias do transporte público e estado de conservação.

“Queremos em até dois meses encerrar as licitações para no máximo em março estar com as obras nas ruas para melhorar a qualidade de vida dos curitibanos”, afirmou ele.

Outros convênios para obras

Além do financiamento, a Prefeitura e o Governo do Paraná assinaram em agosto um contrato que prevê o repasse de mais R$ 30 milhões a fundo perdido do Departamento de Estradas de Rodagem (DER) para o município reciclar o pavimento de 61 importantes ruas da cidade. Outro convênio com o Estado permitiu a retomada da construção de pontes de concreto. Serão repassadas vigas e lajotas que serão usadas na construção de cinco pontes sobre vários rios da cidade.

Recursos Próprios

Desde o começo do ano, Eduardo Pimentel explica que 40 vias foram atendidas com a reciclagem e fresagem e outras 21 com implantação de pavimento. “Grande parte dessas obras foram com massa asfáltica mais barata produzida pela Usina Norte da Prefeitura, que reativamos no início do ano. O investimento é de R$ 27,2 milhões na recuperação de 37 quilômetros de vias”, afirmou ele.

O líder do Governo na Câmara de Curitiba, vereador Pier Petruzziello, agradeceu o governador e o prefeito pelo investimento e destacou o trabalho dos vereadores para aprovação do ajuste fiscal. “Investimentos como esses só são possível porque os vereadores aprovaram um importante ajuste que devolveu ao município a saúde financeira. Em todas as audiências públicas que participo o asfalto sempre é a prioridade dos curitibanos”, afirmou ele.

Estavam presentes ainda no evento a secretária estadual da Família e Desenvolvimento Social, Fernanda Richa; o secretário estadual de Infraestrutura e Logística, José Richa Filho; o secretário do Desenvolvimento Urbano, João Carlos Ortega; o presidente da Câmara, vereador, Serginho do Posto; o deputado federal Luciano Ducci, o deputado estadual Stephanes Junior, e o presidente da Fomento Paraná, Vilson Ribeiro de Andrade.