Foi publicado, na última sexta-feira (19), o edital para contratação de 256 professores de educação infantil pelo processo seletivo simplificado (PSS) para trabalhar na rede municipal de ensino de Curitiba. Com isso, a prefeitura pretende abrir mais 58 turmas em 20 unidades que atualmente funcionam parcialmente e, assim, atender até 1,9 mil crianças que ainda não frequentam os Centros Municipais de Educação Infantil (CMEI).

As inscrições dos interessados poderão ser feitas a partir das 9h do dia 30 de julho até as 17h do dia 5 de agosto pelo site de concursos da Prefeitura de Curitiba. No link destinado ao PSS para as vagas de professor de educação infantil, o candidato encontra todas as informações do edital, formulário de inscrições e um arquivo com as dúvidas mais frequentes.

+Leia também: Acumulada em R$ 22 milhões, Mega saiu pra uma única aposta; confira o resultado!

Regime especial

Os profissionais serão contratados por regime especial exclusivamente para atender a necessidade neste momento, para garantir a prestação de serviço público essencial. Por isso, a contratação será feita pelo Processo Seletivo Simplificado, com prazo máximo de contratação de um ano, que poderá ser prorrogado por outro período igual.

Segundo a secretária da Educação, Maria Sílvia Bacila, as contratações por tempo determinado serão para atender necessidade temporária de excepcional interesse público. “Precisamos de profissionais para atender a demanda em nossas unidades”, disse.

+ Atenção! Você está a um clique de ficar por dentro do que acontece em Curitiba e Região Metropolitana. Tudo sobre futebolentretenimentohoróscopo, blogs exclusivos e os Caçadores de Notícias, com histórias emocionantes e grandes reportagens. Vem com a gente!

Seleção sem prova

O PSS para os professores de educação infantil não terá cobrança de taxa de inscrição e nem prova. Os participantes serão pontuados de acordo com a prova de títulos e o tempo de serviço. Tudo o que for declarado no ato da inscrição, terá que ser comprovado em documentos. “Quem não conseguir demonstrar o que foi declarado será eliminado do PSS”, declara Luciana Varassin.

A escolaridade dos candidatos poderá ser ensino médio completo na modalidade Normal (Magistério) ou ensino médio completo, acrescido de pós- médio ou sequencial, na modalidade Normal (magistério) ou ensino superior completo, que poderá ser graduação em licenciatura plena em Pedagogia ou Normal Superior.

+Leia também: Amigos prestam última homenagem a curitibano morto em acidente no Paraguai

Jornada de trabalho e salário

A jornada de trabalho será de 40 horas semanais e a remuneração de R$ 2.372,47. Os professores contratados pelo PSS estarão vinculados ao Regime Geral de Previdência Social, ou seja, haverá recolhimento junto ao INSS. Eles não terão direito ao fundo de garantia do tempo de serviço (FGTS), pois serão agentes públicos exercendo função pública.

Antes de assumirem as turmas, os novos profissionais participarão de formação que será dada pela equipe da Secretaria da Educação.

+Leia também: Bolsonaro diz que pequenos acertos estão sendo feitos para liberar FGTS

Concurso público

Apesar de haver um concurso público em andamento, o número de candidatos aprovados deverá ser inferior à necessidade da Secretaria Municipal da Educação para suprir o atendimento à população. Até a etapa da prova de desenvolvimento didático (resultado provisório), divulgada no início do mês, o total de candidatos classificados é de apenas 12 pessoas.

Após a homologação do concurso em andamento, a Secretaria de Administração e de Gestão de Pessoal pretende abrir novo concurso para o cargo de professor de educação infantil.

‘É dia de tocar pra frente’, diz moradora após voltar a prédio palco de tragédia no Água Verde