A suspeita de comandar a chamada “turma da Xuxa”, que faz arrastões em lojas no centro, foi presa na tarde de ontem, por policiais militares do 12.º Batalhão da PM. Três vítimas compareceram ao 1.º Distrito Policial para onde Isabel Cristina dos Santos, 45 anos, foi levada. Ela nega cometer furtos e disse que trabalha há mais de 20 anos como manicure e esteticista.

Apesar disso, o tenente Cantador afirmou que na bolsa da mulher havia várias peças de roupa e acessórios. “Ela costuma agir com menores. Eu mesmo já prendi Isabel outra vez”, disse o tenente.

A suspeita foi detida, depois que vítimas viram sua ação por câmeras e pararam a viatura da PM. Ontem, segundo o tenente, ela teria agido sozinha. A funcionária de uma loja, da Rua Ébano Pereira, contou que Isabel invadiu oito lojas e furtou a bolsa de uma cliente, mas a informação não foi confirmada pela polícia.

A líder da “turma da Xuxa” era Vanderleia de Paula Tosta, 44, morta em 2010 no Campina do Siqueira, no dia do aniversário da Xuxa verdadeira. “Já ouvi falar dessa ‘Xuxa’ anos atrás. Vou sair logo, depois que pagar fiança”, garantiu Isabel.