Com a prisão de Orlei Gonçalves, 30, a Delegacia de Homicídios dá como esclarecido o assassinato de tio e sobrinho, Estevão Pontes, 32 anos, e Pedro Garcia, 47, ocorrido em 8 de agosto, no Cajuru.

O suspeito foi detido quando chegava em casa, na segunda-feira. O motivo do crime seria a rixa de Orlei com Estevão. Pedro morreu porque estava na companhia do sobrinho e nada tinha a ver com a confusão dos dois.

Com mandados de prisão preventiva e de busca e apreensão, investigadores da DH não só prenderam Orlei, como também recolheram dois revólveres calibre 38. Uma das armas estava no carro do homicida.

O outro revólver e munições do mesmo calibre estavam na residência dele. Orlei ainda foi autuado em flagrante por porte ilegal de arma e munições, conforme explicou a delegada Camila Chies Cecconello. Ele já tinha passagem por formação de quadrilha.

Sinuca

Segundo as investigações da polícia, Orlei matou Estevão e Pedro dentro de um bar, no Cajuru. Tio e sobrinho jogavam sinuca no momento em que Orlei entrou e atirou em Estevão. Ao tentar fugir dos disparos, correndo para fora do boteco, Pedro foi ferido nas costas e morreu em frente ao estabelecimento.