Policiais civis da Delegacia do Alto Maracanã, em Colombo, capturaram um homem de 37 anos que violento uma menina de 10 anos, no bairro Guaraituba, há cerca de um ano.

Ludibriado pelos policias, Celso Antoninho Rezeda, 37 anos, foi espontaneamente até a delegacia na manhã desta sexta-feira (18) e recebeu voz de prisão, já que tinha contra si um mandado de prisão expedido na quinta-feira (17) pela Justiça de Colombo.

O superintendente da delegacia, Alcioney Valeski Ferrerira, contou que o homem foi autuado e está preso por estupro de vulnerável. “Por volta das 7h40 do dia 02 de outubro do ano passado ele pegou uma menina de 10 anos que esperava a van escolar em frente de casa e a arrastou para a própria residência, que estava vazia, já que os pais estavam trabalhando. Lá, ele praticou atos libidinosos contra a garota, que chegou a ficar internada por oito dias”, contou Ferreira.

No momento do crime, não se tinha pista do autor. Entretanto, no dia 04 de março deste ano um fato chamou a atenção dos policiais. Rezeda foi baleado na cabeça, no bairro São Dimas, também em Colombo.

“Muitas mulheres foram olhar o corpo no chão, imaginando que seria aquele homem que vinha praticando tentativas de crimes sexuais na região. Então desconfiamos dele e resolvemos pedir para a Polícia Científica a realização do o exame de DNA”, contou o superintendente.

No dia 08 deste mês saiu o resultado do exame que comprovou a compatibilidade do DNA de Rezeda com o sêmen coletado na calcinha e no corpo da vítima no dia do crime.

“Pedimos à Justiça o mandado de prisão dele e conseguimos ontem. Então com a desculpa de que ele seria ouvido pela tentativa de homicídio que sofreu, o chamamos até a delegacia. No momento em que ele se preparava para falar com a escrivã demos voz de prisão”, contou. Além deste caso, o homem já foi reconhecido por outras duas vítimas que conseguiram escapar de seu assédio.