Um dos suspeitos de ter praticado racha e ter causado um grave acidente em Araucária, na região metropolitana de Curitiba, foi preso pela Polícia Civil. O acidente, causado por um carro amarelo em alta velocidade, dois irmãos, que voltavam do trabalho de madrugada, morreram. O acidente ocorreu no final de fevereiro, na esquina da Rua Capivari com Avenida Archelau de Almeida Torres, em Araucária.

Segundo a Polícia Civil do Paraná a prisão ocorreu nesta quarta-feira (24), em Araucária mesmo. Durante a ação também foram cumpridos cinco mandados de busca e apreensão em residências de envolvidos no crime. A Polícia ainda pediu a prisão preventiva do outro condutor, que não estava em casa no momento do cumprimento das ordens judiciais.

“Foram várias diligências neste inquérito com imagens, laudos e testemunhas. Estamos na linha de investigação no sentido de que houve um racha que resultou essa tragédia. Assim que o inquérito for concluído poderemos chegar a uma versão definitiva da polícia com relação ao caso”, disse o delegado Tiago Wladyka, que comanda as investigações.

O preso estava em um Palio, enquanto o outro envolvido, estaria em um veículo Cruse. O impacto do acidente foi tão forte que um muro chegou a ser destruído pelos dois carros desgovernados após a pancada.

Pancada foi tão forte que um muro foi destruído. Foto: Reprodução.

O crime!

Na ocasião, as vítimas, os irmãos de de 45 e 40 anos, voltavam do trabalho em uma picape quando foram atingidos por um dos carros dos suspeitos. O homem preso dirigia um veículo Cruze, já o suspeito foragido conduzia um Pálio. De acordo com as investigações, eles estavam disputando um racha quando atingiram o automóvel dos irmãos.