Foi preso na manhã desta sexta-feira (2) o homem suspeito de matar Carlos Ramon Dias Del Antônio. O caso do rapaz, de 18 anos, ficou conhecido porque seu corpo ficou por 13 horas na rua, aguardando a viatura do Instituto Médico legal (IML), o que causou a demissão do Secretário de Segurança Pública do Paraná, Vagner Mesquita.

Segundo informações da Polícia Civil, o suspeito foi preso por equipes da Delegacia de Colombo, no bairro Arapongas. O crime que vitimou Antônio aconteceu na noite do dia 15 de janeiro, no bairro Roça Grande. Na ocasião, a vítima retornava com a esposa para casa quando foi abordado pelo acusado e um adolescente, de 17 anos, que já foi apreendido pela polícia.

A dupla deu voz de assalto e pediu os celulares. Antônio reagiu e acabou sendo atingido com um golpe de faca na nuca. A vítima não resistiu aos ferimentos e faleceu no local.

O delegado-titular da Delegacia do Alto Maracanã, Reinaldo Zequinão, afirma que as equipes de investigação trabalharam a fim de solucionar o caso e responsabilizar o suspeito. “Em uma rápida ação dos policiais, foi possível apreender o adolescente envolvido no fato, bem como identificar o rapaz e solicitar sua prisão preventiva junto a Justiça”.

Ele responderá pelo crime de latrocínio e encontra-se preso na Delegacia de Colombo, onde aguarda à disposição da Justiça.

Homem é perseguido e executado com 13 tiros enquanto dirigia