Um suspeito de envolvimento na morte de um diretor da Secretaria Municipal de Obras Curitiba foi preso pela Polícia Civil do Paraná. A informação foi confirmada nesta segunda-feira (13). A principal linha de investigação é um suposto latrocínio, que é o roubo seguido de morte.

+Viu essa? Acidente bloqueia Ponte da Amizade, entre Brasil e Paraguai; Um mar de motocicletas!

De acordo com a polícia, a principal suspeita é que os assaltantes iriam levar o carro e o dinheiro de Augusto Meyer Neto, ex-diretor do Departamento de Pontes e Drenagem da Prefeitura. No veículo, ele carregava R$ 5 mil quando foi morto a tiros no último dia 29 de maio, em frente ao portão da casa onde morava, no Santa Cândida. O dinheiro não foi levado pelos assaltantes após o ataque.

“A gente tem uma boa ideia de que esse suspeito estava no local do crime, mas é cedo para dizer o papel dele ali, se foi atirador ou motorista, para não prejudicar a investigação”, disse o delegado Rinaldo Zequinão. Uma câmera de segurança gravou o momento em que o diretor foi atingido pelos tiros.

+Oportunidade! Concurso para auditor-fiscal federal é autorizado; salário inicial é de R$ 21 mil

O suspeito preso, que deve passar por interrogatório na tarde desta segunda-feira, não tem registros de crimes cometidos anteriormente. Segundo a Polícia Civil, ele se apresentou voluntariamente acompanhado de um advogado. Outras pessoas teriam sido identificadas, mas os policiais não deram mais detalhes para não interferir nas investigações.

Pantanal

Tibério proíbe Muda de falar com Alcides

Além da Ilusão

Úrsula rouba o bebê de Heloísa

Novidades

Comédia com Paulo Gustavo e mais filmes e séries chegam nesta semana na Netflix, confira!

Carreira

Ganhadora do prêmio de pior atriz a vida rodeada de polêmicas, quem é Anne Heche?