O suspeito de matar a empresária Cristiane Lúcia Duarte Zen, em São José dos Pinhais, foi preso na manhã desta quarta-feira (21). Adriel da Silva Chagas, de 22 anos, foi identificado pelas imagens de câmeras de segurança da região que registraram o crime. A Polícia Civil ainda procura Everson Doblins Gonçalves, de 18 anos, que teria participado do crime.

+Viu essa? Moto usada na morte brutal de Ana Paula Campestrini é achada enterrada na RMC

De acordo com a polícia, Cristiane foi vítima de um latrocínio, ou seja, os responsáveis queriam levar a caminhonete que a empresária dirigia na sexta-feira passada (16). A investigação aponta que os dois homens deram voz de assalto, mas Cristiane se assustou e foi baleada. O crime ocorreu em frente a um aviário de São José dos Pinhais. A mulher chegou a ser socorrida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), mas não resistiu.

“Eles teriam recebido um valor de R$ 3 mil para roubar a caminhonete. Durante a fuga, eles ficaram ligando para os comparsas para que eles fizessem o resgate. No caminho, eles ainda pegaram um taxi com a arma enrolada em uma blusa”, disse o delegado Fábio Machado.

Câmeras flagraram ação dos marginais. Foto: Reprodução.

Ao ser detido, Adriel permaneceu calado no depoimento ao delegado Fábio Machado, responsável pela investigação.