Um adolescente de 17 anos é o principal suspeito de ter matado Vitor Gabriel dos Santos Pereira, 14, quando seguia para a escola de futebol, em Colombo, no começo de junho. A polícia ainda investiga se um soldado do Exército, de 19 anos, que estaria com o suspeito no dia do crime, também tem envolvimento.

De acordo com o delegado Erineu Sebastião Portes, da Delegacia Central de Colombo, no dia 4 de junho o adolescente e o soldado estavam em uma balada. Os dois estavam sem dinheiro e foram para casa. Pouco depois, o garoto teria passado na residência do soldado e o convidado para um “rolê”, por volta das 5h30.

Conforme o delegado, o adolescente, que foi capturado na sexta-feira (24), informou em depoimento no Juizado da Infância e Juventude que foi instigado pelo soldado a disparar contra Vitor.

Já o soldado disse aos policiais que apenas presenciou o crime, mas o delegado acredita que houve participação dele. Ele foi indiciado como coautor e, por enquanto, responde em liberdade. “Vamos interrogá-lo novamente e a partir daí estudar uma medida cautelar”.

Sobre a motivação da morte de Vitor, Erineu afirmou que, como o tênis e o aparelho celular da vítima foram levados, a principal hipótese é de um latrocínio (roubo scom morte), mas nenhum dos suspeitos confessou a prática. “Nessas situações geralmente os envolvidos até confessam o homicídio, mas não o latrocínio, que tem uma pena maior”.

Vitor foi morto e teve pertences levados. Foto: Reprodução/Facebook