Três presos fugiram da Delegacia de Campo Largo, na região de Curitiba, por volta das 2h30 da madrugada deste sábado (3). Eles fugiram por um buraco que fizeram na parede da cela, escalaram o muro e ganharam as ruas.

Segundo o investigador Edson Moisés Pagani, o mais perigoso dos foragidos é Jonathan Francisco, 27 anos, conhecido como “Cicatriz”. “Ele tem associação com facções criminosas e está preso por crimes que realizou no Paraná e em Santa Catarina. Inclusive, foi preso lá e estava conosco esta semana porque participou de uma audiência referente ao processo que responde aqui”, explicou.

Untitled

Com ele, também fugiram os presos Romildo do Espírito Santo, 46, e Erik Patrick de Andrade Gabardo, 20, ambos detidos por roubo. “É importante ressaltar que Erik fugiu sem a barbicha e o cavanhaque, diferente do que aparece na foto”, informou o investigador.

Buscas

A fuga aconteceu por um buraco pequeno, com tamanho suficiente para passar uma pessoa por vez. Segundo o investigador, assim que os policiais de plantão ouviram o barulho, acionaram a Polícia Militar e a Guarda Municipal. “Fizemos diversas buscas pela região desde a madrugada de sábado, indo a vários endereços onde os fugitivos poderiam ser encontrados, mas também precisamos das denúncias da população”, comentou Edson.

A denúncias podem ser feitas anonimamente pelo telefone (41) 3291-6100 da Delegacia de Campo Largo ou pelo 190 da Polícia Militar.