Uma força-tarefa da Polícia Federal com Polícia Civil, a Militar e a Guarda Municipal com a intenção de combater o tráfico de drogas em Pinhais, na manhã desta quarta-feira (04), acabou com a prisão de seis pessoas e a apreensão de uma arma, drogas e dinheiro.

Foram cumpridos 11 mandados de busca e apreensão em vários pontos da cidade, entre as 6h e as 9h, na chamada “Operação Olho Grande”. Nos locais foram apreendidos R$ 1.700,00, um revólver calibre 38 que garantia a segurança em um dos pontos de venda de drogas, e uma pequena quantidade de crack.

Edna da Silva, 40 anos, e Saulo Jean dos Santos, 19, foram presos acusados de tráfico em pontos denunciados pela população através do telefone 181. Saulo garante que a droga apreendida na casa em que ele estava não era dele.

A equipe também prendeu José Carlos Oliveira, 45 anos. Ele é acusado de um homicídio ocorrido em 1993, e contra ele vigorava um mandado de prisão pelo crime, expedido pela 5ª Vara Criminal.

Um rapaz que estava com uma Parati que tinha alerta de furto também foi detido, mas a polícia descobriu que o carro já havia sido devolvido para o dono e o alerta não foi retirado da rede por um erro da delegacia responsável. Ele foi liberado, assim como outros dois usuários de drogas que assinaram termo circunstanciado pela posse de pequena quantia de crack.

De acordo com o delegado Marcos Smith, da Polícia Federal, em pouco tempo operações como esta serão realizadas em outras cidades da Região Metropolitana de Curitiba. Ele garante que a vizinhança agradeceu o trabalho feito por eles, e que as investigações continuam em Pinhais para localizar outros suspeitos.