Três adolescentes foram apreendidos no início da tarde desta terça-feira (6), horas depois de matar o dono de uma panificadora durante um assalto, no Cajuru.

Eles invadiram o estabelecimento por volta das 8h, na esquina das ruas Dante Melara e Cuiabá, na Vila Oficinas. Dois funcionários e um cliente foram rendidos por dois garotos armados, e um terceiro adolescente anunciou o roubo. Enquanto eles pegavam mercadorias, o proprietário da panificadora, Ernesto Jarkzeski, 49 anos, saiu correndo de dentro de um carro, na frente da empresa, e subiu as escadas que dão acesso ao andar superior do sobrado, onde morava com a família. A polícia acredita que ele fez isso porque estava assustado e buscava um lugar protegido para ficar e pedir socorro.

Um dos garotos armados seguiu Ernesto, atirou contra ele, e fugiu, acompanhado dos amigos. O disparo acertou as costas e atravessou o peito do comerciante, que morreu na hora. “Eles atiraram na pura maldade. O que causou espanto à nossa equipe é que, segundo as testemunhas, um dos assaltantes aparentava ter menos de 12 anos”, conta Guilherme Rangel, da Delegacia de Furtos e Roubos, responsável pela investigação do caso.

Toda a ação foi registrada pelo circuito interno de câmeras da panificadora, instalado depois de vários outros assaltos. Um dos adolescentes foi reconhecido como sendo cliente. Ele comprava pão de queijo diariamente. Através dele, a polícia localizou o trio. Depois de ouvidos, os garotos foram encaminhados à Delegacia do Adolescente.