Em algumas cidades do Paraná, o frio que chegou neste final de semana bateu recordes de temperaturas baixas. A massa de ar frio que avança pela Região Sul derrubou as temperaturas e, inclusive, fez aumentar as chances de formação de geadas, segundo o Sistema de Tecnologia e Monitoramento Ambiental do Paraná (Simepar). E se vem geada por aí, é hora de se preparar: proteja sua plantação.

+ Leia mais: Doação de agasalhos e cobertores podem ser deixadas em delegacias de Curitiba

Segundo a Embrapa, Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, as baixas temperaturas representam um risco grande de congelamento para plantações. Para maiores estruturas, a orientação da instituição é usar uma irrigação por aspersão, posicionada em cima da vegetação. Assim, a água é aplicada sobre os tecidos da planta, transformando-se em uma camada de gelo protetora.

Um pouco diferente dos sistemas de irrigação, esse sistema de proteção necessita que toda a plantação seja coberta, mantendo uma alta taxa de fluxo de água por um período relativamente longo.

Para hortas ou plantações menores, uma das alternativas são os túneis baixos. Para usar o método, basta colocar arcos ou vergalhões de ferra a uma altura mínima de 70 centímetros do solo e cobri-los com plástico transparente. Ao invés do plástico, também pode-se usar uma lona ou sombrite, com malha mais fechada, para o gelo não passar entre as fibras do tecido.

+ Veja mais: Obras da Sanepar vão deixar bairros populosos de Curitiba sem água

Mas, um detalhe importante: é preciso descobrir a horta assim que o sol aparecer e a temperatura aumentar. Esta ação causa o estiolamento (condição que compromete o processo de fotossíntese por conta da baixa incidência de luz solar) das plantas. Mas, caso o plástico transparente seja usado no processo, ele pode ser deixado sob a horta durante todo o inverno.

Whatsapp da Tribuna do Paraná
RECEBA NOTÍCIAS NO SEU WHATSAPP!
Receba as notícias do seu bairro e do seu time pelo WhatsApp.