O EstaR Eletrônico, aplicativo que vai substituir as folhinhas de papel, começou a valer e já está deixando alguns curitibanos confusos. Nesta segunda-feira (16), agentes de trânsito orientavam os motoristas neste período de adaptação, em que os bloquinhos ainda vão ter validade até 10 de maio.

A reportagem da Tribuna do Paraná circulou pelo Centro de Curitiba nesta segunda e percebeu a presença de agentes em três quadras entre a Rua André de Barros e Avenida Marechal Deodoro. A grande pergunta dos motoristas era para saber qual o nome do aplicativo que teria que ser baixado.

GUIA DO ESTAR ELETRÔNICO – saiba como usar o aplicativo de estacionamento em Curitiba

O sistema ainda aparenta alguns problemas, pois não indicava o local onde o carro estava estacionado. O administrador de empresas Leonardo Alberti, 39 anos estacionou e logo foi abordado pelos agentes que perceberam o erro no aplicativo. “Não aparece o local que estacionei. Foi descontado o valor e está contando o horário. Acho legal esta forma de cobrança, mas ainda é preciso melhorar. A modernidade está aí, mas é preciso estar funcionando”, relata Leonardo.

Outro tipo de reclamação é quanto à segurança para o motorista. Com os cartões de papel, a pessoa preenche os dados e deixa visível para o agente de trânsito. O receio é ter que pegar o celular para comprar os créditos, o que pode chamar a atenção de ladrões. 

Alguns motoristas reclamaram que não conseguiram usar os aplicativos do EstaR Eletrônico. Foto: Gerson Klaina / Tribuna do Paraná

A promotora de vendas Pamela Barbosa, 29 anos, costuma estacionar o carro no Centro e não gostou muito desta modernidade. “Eu acho que complica a vida da gente. Como trabalho com o carro da empresa é preciso estar cadastrado. No papel era mais fácil e mais independente. Além disso, acho perigoso acessar o celular em algumas ruas”, comenta Pamela.

Como funciona?

O motorista terá de comprar créditos pelo aplicativo de celular, totens ou em pontos de venda do comércio. Após se cadastrar no app escolhido, o condutor vai colocar o número da placa do veículo, a localização, o tempo de permanência e fazer o pagamento.

LEIA MAIS – Detran fecha posto no Centro de Curitiba por suspeita de coronavírus

O horário do EstaR Eletrônico deve seguir as mesmas regras atuais. Nas vagas destinadas ao estacionamento regulamentado o horário é das 9h às 19h de segunda a sexta-feira e aos sábados das 9h às 14h. O limite de permanência na vaga continua o mesmo, de duas horas. Entretanto, agora o tempo é fracionado em 15 minutos.

São oito aplicativos para a venda de créditos do EstaR Eletrônico em Curitiba: Zul Digital, Faz Digital Curitiba, Transitabile, Meu Estar, Cidatec, El Parking, Areatec e Amaralina.

O aplicativo também avisa quando o prazo de estacionamento estiver acabando, dando a opção de renovação para mais um período, caso não exceda o limite máximo de duas horas.