Projeto de lei na Câmara Municipal de Curitiba quer reforçar as equipes de vacinação da Covid-19 com militares do Exército e outras Forças Armadas. Protocolada pela vereadora Flávia Francischini (PSL), a proposta pretende reforçar as equipes de vacinação, já que não há aplicação nas tardes de sábado e aos domingos. “Com o apoio das Forças Armadas, não desgastaríamos ainda mais os profissionais da saúde”, defende a vereadora. Flávia cita o caso de Uruguaiana, município gaúcho que fez parceria com o Exército.

LEIA MAIS – Paraná anuncia programa com vacina de domingo a domingo e prevê receber 300 mil doses por semana

Em Curitiba, o Exército auxiliou a prefeitura na pandemia em 2020, ajudando a evitar aglomerações de passageiros nos terminais e higienizando os ônibus, além de ceder tendas para a triagem de pacientes nas UPAs. Semana passada, o Exército montou o primeiro hospital de campanha da capital para atender militares e seus dependentes do Paraná e Santa Catarina contaminados com Covid-19, já que o Hospital-Geral da corporação não tinha mais leitos disponíveis.