Cinco mandados de prisão e sete de busca e apreensão estão sendo cumpridos em Curitiba e região, desde as primeiras horas da manhã desta terça-feira (4), contra integrantes de uma associação criminosa envolvida em golpes na negociação de veículos. A ação é da Polícia Civil (PCPR) e, de acordo com as informações repassadas, aproximadamente 100 vítimas foram enganadas gerando um prejuízo estimado em R$ 5 milhões.

LEIA TAMBÉM – Julgamento de Luis Felipe Manveiler começa nesta terça. Veja ao vivo!

Os mandados de prisão estão sendo cumpridos simultaneamente na capital, em Fazenda Rio Grande, Ponta Grossa, nos Campos Gerais, e em Matinhos, no Litoral do Paraná. A PCPR ainda está realizando o bloqueio de seis contas bancárias.  

Segundo PCPR, a associação criminosa aplicava os golpes a partir de uma oficina responsável pela recuperação de airbags de carros batidos. As vítimas seriam investidores e obteriam um retorno de 20% ao mês sobre o capital investido.  

LEIA AINDA – Curitiba terá três novos radares a partir desta quarta-feira. Veja onde ficam!

O golpe aplicado pelos suspeitos também consistia na realização da “venda” de veículos, que nunca eram entregues. Ainda conforme a PCPR, as vítimas também chegavam a dar um valor além do investimento, com o intuito de trocar pelo dinheiro não recebido.