Quatro unidades de saúde de Curitiba passam a fazer atendimentos de rotina e de pacientes com sintomas respiratórios a partir desta segunda-feira (1). As unidades são US Parigot de Souza (distrito sanitário Bairro Novo), US Palmeiras (distrito sanitário do Tatuquara), US Taiz Viviane Machado (distrito sanitário do CIC) e US Pilarzinho (distrito sanitário do Boa Vista). A abertura faz parte do novo planejamento da Secretaria Municipal de Saúde.

Ao todo, serão 78 unidades atendendo neste modelo, que prevê fluxo separado para os dois tipos de atendimentos, para evitar contaminações, incluinod da covid-19. Todas esses postos de saúde também passam oferecer vacinação – neste momento, estão liberadas vacinas de gripe para crianças, gestantes e puérperas Além destas 78 unidades, a rede municipal de saúde oferece ainda outras dez unidades básicas de saúde especialmente para vacinação, tanto do calendário nacional, como da campanha contra a gripe.

LEIA MAIS – Empresa na região de Curitiba é interditada após 48 testarem positivo pro coronavírus

“O nosso objetivo em realizar esse ajuste é favorecer o cuidado e acompanhamento dos doentes crônicos e gestantes, além de manter a vacinação da população em dia”, explica a secretária municipal da saúde, Márcia Huçulak, ao site da prefeitura de Curitiba. “Precisamos cuidar da covid-19, mas sem descuidar da rotina dos nossos pacientes”, completa a secretária.

Vacinação contra a gripe

A vacina contra a gripe continua a ser oferecida pela rede municipal até o dia 5 de junho. Embora a cobertura entre os idosos já tenha alcançado 100% e entre trabalhadores da saúde 95%, alguns grupos ainda estão com procura baixa.
Entre as crianças (de 6 meses a menores de 6 anos) a cobertura é de 27%; entre gestantes, 19%; puérperas (mães que tiveram filhos até 45 dias), 50%; doentes crônicos, 45%; professores, 52%.

Além destes grupos, a vacina contra a gripe também é oferecida a adultos entre 55 e 59 anos, pessoas com deficiência, motoristas, cobradores, caminhoneiros e profissionais das forças de segurança.


A Tribuna precisa do seu apoio! 🤝

Neste cenário de pandemia por covid-19, nós intensificamos ainda mais a produção de conteúdo para garantir que você receba informações úteis e reportagens positivas, que tragam um pouco de luz em meio à crise.

Porém, o momento também trouxe queda de receitas para o nosso jornal, por isso contamos com sua ajuda para continuarmos este trabalho e construirmos juntos uma sociedade melhor. Bora ajudar?