Operações do Batalhão de Polícia Rodoviária do Paraná (BPRv) nas rodovias do estado flagraram cerca de 200 veículos com excesso de velocidade, mas duas situações chamaram a atenção dos policiais porque os veículos estavam em velocidades de 157 km/hora e 212 km/hora. Os flagras foram na PR-317, no trecho entre Floresta e Engenheiro Beltrão, no Interior do Paraná.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública do Paraná (Sesp) as equipes de Polícia Rodoviária registraram aumento de 345% nos flagrantes de excesso de velocidade nas rodovias nos primeiros meses deste ano em relação ao começo de 2020. O levantamento aponta que de 1.º de janeiro até o dia 26 de abril de 2021 foram feitas 110.654 imagens de radar com imprudências em todo o estado, mais do que o quádruplo se comparado com o mesmo período de 2020, com 24.860 casos. 

A Sesp explica que as operações são diárias e contam com a utilização do equipamento medidor de velocidade aferido pelo Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro). O radar é colocado em locais escolhidos com base nos acidentes já registrados, trechos que possibilitam o aumento da velocidade comprometendo a segurança e a sinalização existente, conforme resolução específica do Conselho Nacional de Trânsito (Contran). 

Somente neste mês de abril, segundo o governo, mais de 25 mil veículos foram flagrados em excesso de velocidade nas rodovias do Paraná, número superior ao recorte de todo o primeiro trimestre do ano passado.

Para combater esses abusos, a Sesp informa que as equipes estão ativas com fiscalizações intensas para inibir o excesso de velocidade em toda a malha rodoviária estadual. O Batalhão tem aplicado os efetivos com radares móveis em pontos estratégicos e em dias e horários específicos para atenuar o comportamento dos motoristas.

Os números também são um alerta importante que será ampliado pela unidade durante a campanha educativa Maio Amarelo, que inicia na próxima semana.

“Neste ano a unidade está fazendo um intenso trabalho de aplicação operacional e combate ao excesso de velocidade nas rodovias com operações e maior presença nas estradas. Nós entendemos que essa infração é o grande inimigo a ser combatido, pois é fator causador da maioria dos acidentes, das lesões corporais nas pessoas e o elevado número de mortes”, disse o comandante do BPRv, tenente-coronel Wellenton Joserli Selmer.

O porta-voz da unidade, tenente Sidnei Hudach, explica que, além da intensificação do trabalho ostensivo, o BPRv também promove ações educativas para demonstrar aos motoristas os perigos de dirigir em velocidades acima do permitido.

“Estamos sempre buscando prevenir por meio da educação. Com a chegada da campanha Maio Amarelo vamos reforçar os trabalhos com foco no tema respeito e responsabilidade, características muitas vezes ausentes no comportamento de pessoas que cometem irregularidades no trânsito e colocam em risco a própria vida e a de outros”, explicou.