“Hoje a cultura curitibana ficou mais pobre com sua partida”, assim internautas escreveram ao saber da morte da curitibana Sandra Maria Camargo Carraro, aos 64 anos, neste sábado (18). Radialista e uma das pioneiras como DJ na capital paranaense, Sandra levou o trabalho para vários lugares do Brasil e do Mundo.

+Leia mais! Gangue do Rolex ataca: tenta assaltar esposa de ex-jogador do Coxa e leva tiros

“Que vc brilhe no universo! Amiga querida sua voz, sua música, seu alto astral e até seu mau humor farão falta. Sandra Carraro nunca morre nos nossos corações e nas nossas lembranças”, disse uma amiga de Sandra nas redes sociais.

Natural de Curitiba, Sandra Carraro formou-se em Direito pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR), mas os microfones mudaram a trajetória e a Comunicação ganhou uma referência. Em Curitiba, trabalhou nas rádios Estação Primeira, quando fez enorme sucesso na emissora quando inovou a trazer os estilos house e techno.

Como DJ, Sandra estreou em 2005 e levou as pick ups para inúmeros eventos. Em 2020, foi candidata a vereadora em Morretes, no Litoral do Paraná.

As informações sobre o velório de Sandra serão divulgadas em breve pela família.

+Viu essa? Ministério da Saúde vai liberar 4ª dose para pessoas acima de 40 anos

Pantanal

Zuleica não aceita morar na fazenda com os filhos

Além da Ilusão

Davi expulsa Iolanda de casa

Novidades da Netflix

Filmes e séries que chegam à Netflix nesta semana

Estreia da semana

5 curiosidades sobre “O Telefone Preto”