O prefeito Rafael Greca sugeriu nesta quarta-feira (26) que o bondinho elétrico pode voltar a circular no Centro de Curitiba. Em uma publicação no seu perfil do Facebook ele afirmou que esteve reunido com técnicos e especialistas para tratar do projeto e discutir alternativas para a viabilidade da ideia.

“Eu encomendei ao IPPUC (Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba) e à URBS um projeto de revitalização do bonde modelo Birney, sobrevivente do século XX. Birney circulou em Curitiba entre 1931 a 1952 e hoje está aos cuidados da URBS”, contou. Segundo Greca, a ideia é que o bondinho circule pelas ruas do Centro Histórico e bairro São Francisco.

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do trio de ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!

“Vamos trabalhar para buscar patrocínio para este veículo do passado ser movido à energia da inovação, à energia alternativa, como a solar”, comentou o prefeito, citando que a iniciativa faz parte do projeto Rosto da Cidade. O projeto Idealizado por Greca visa a recuperação de imóveis em uma área de dois quilômetros quadrados do setor histórico e área central onde se pretende agregar valor e preservar uma série de edificações entregues estão ao abandono na região. Serão cerca de R$ 5 milhões em investimentos.

Participaram da reunião Ana Cristina de Castro, presidente da Fundação Cultural de Curitiba; Ogeny Maia, diretor da URBS; Marcelo Sutil, coordenador de pesquisa histórica na Fundação Cultural de Curitiba; e o professor de história Glen Marques Jordão, estudioso do modelo de bonde sugerido.

“Já me via morta no meio do mato”, diz Mariana, que sobreviveu à violência extrema durante um sequestro