Depois de passar mal logo no primeiro dia de trabalho na prefeitura de Curitiba, Rafael Greca (PMN), continua internado, mas seu quadro é estável e tem apresentado melhora. A informação foi divulgada pela assessoria do prefeito, na manhã desta quarta-feira (4), dois dias depois da internação.

Conforme o boletim médico das 11h, Greca passou bem durante a noite de terça-feira (03) e já está se alimentando bem. O prefeito, que teve uma tromboembolia pulmonar, está apresentando uma relativa melhora que, para os médicos, era a evolução esperada.

O prefeito de Curitiba continua internado no Hospital Marcelino Champagnat, sem previsão de alta. O quadro de saúde de Rafael Greca é considerado estável. O próximo boletim médico deve ser divulgado no final da tarde desta quarta-feira.

Coágulo no sangue

Greca sentiu falta de ar, logo no começo da tarde do primeiro dia de mandato, e foi levado ao hospital para investigar o motivo. Segundo os médicos, ele teve um coágulo numa artéria do pulmão. Já o pulmão, em si, não sofreu nenhuma lesão.

A assessoria de imprensa do prefeito informou que ele está sendo medicado para que o coágulo seja diluído. Como o diagnóstico foi precoce, o prefeito não deverá ter nenhuma sequela. Caso contrário, haveria o risco de uma morte súbita.

Segunda vez

Antes da posse, no sábado (31), Greca já havia sido levado ao hospital para exames. Ele passou mal, mas acabou liberado e, animado, participou normalmente da cerimonia no domingo (1). Devido ao internamento, toda a sua agenda foi cancelada, mas o prefeito tem trabalhado, conforme as liberações dos médicos, de dentro do hospital.