Uma aparição nas redes sociais que não deu muito certo. Ao participar da live de uma rádio, a Guarda Municipal de Araucária, na região metropolitana de Curitiba, localizou um homem de 29 anos que estava com mandado de prisão em aberto e realizou sua prisão.

+Leia mais! Frente fria avança e muda o tempo em Curitiba. Chuva e frio estão chegando

A transmissão ocorria pelo Facebook da Gralha Azul FM, na noite de sexta-feira (4), quando o suspeito pediu para conversar com o repórter da emissora. O objetivo do rapaz era de falar que não tinha participado de um homicídio ocorrido 15 dias atrás na Praça da Bíblia, em Araucária. Após alguns minutos explicando, a GM apareceu e abordou o rapaz. “Algumas pessoas acompanhavam ao vivo e ele está sendo procurado. Vamos levá-lo para a delegacia para levantar a veracidade dos fatos. Nesse momento está sendo preso”, disse o agente Pimentel.

+Viu essa? Quem poderá se vacinar nesta semana em Curitiba? Veja o andamento da imunização contra covid-19

Após ser preso, o jovem ainda relatou na live que o objetivo era auxiliar as autoridades e provar sua inocência. “Não era isso que eu desejava, mas quero ajudar a Justiça a analisar os fatos. Eu estava disposto a me entregar, pois não estava foragido”, disse.

A mãe, o padrasto e esposa, que está grávida, acompanharam o momento da prisão. “A gente já se entendeu e estamos tocando a vida. Eu acredito nele”, relatou a esposa, que chegou a fazer boletim de ocorrência por ter sido agredida pelo marido em um momento de briga do casal.