O envolvimento com drogas pode ter levado à morte Divonzir Vieira Souza, 49 anos, na madrugada de ontem, em Pinhais. Vizinhos ouviram disparos pouco depois das 3h e avisaram a família dele. Ninguém viu o atirador.

O irmão foi até a residência, que fica nos fundos de um terreno na Rua Humberto de Alencar Castelo Branco, Vila Amélia, e encontrou Divonzir morto no corredor, atingido por dois tiros na cabeça. De acordo com o delegado Fábio Amaro, titular da delegacia de Pinhais, Divonzir esteve preso por tráfico de drogas em 2008, e há um ano estava solto