Curitiba entrou em bandeira vermelha (a mais grave) de alerta contra covid-19 no dia 28 de maio, com duração até 9 de junho. Para enfrentar essa nova fase crítica da pandemia na capital, a rede de saúde da capital foi reorganizada para atender todos os casos de covid-19, que exercem uma forte pressão sobre todo o sistema.

Uma reorganização também foi preciso para manter os atendimentos de outros problemas de saúde, principalmente os casos mais graves de urgência e emergência.

LEIA TAMBÉM:

>> Feriado de Corpus Christi 2021 será de poucos serviços abertos em Curitiba e celebrações on-line

>> Falta de remédios para UTI faz hospital particular pedir ajuda a prefeitura de Curitiba

Foram implementadas alterações nas Unidades de Pronto Atendimento (UPAs), em 19 Unidades Básicas de Sáude e nos três prontos socorros que atendem pacientes do SUS em Curitiba (Evangélico/Mackenzie, Trabalhador e Cajuru).

UPAs

Com a novo formato de trabalho, as nove UPAs da cidade passam a funcionar como unidades de internamento de casos de covid-19.

Tradicionalmente, as UPAs atendem 24 horas os casos de urgência e emergência médicas – que fazem parte do pronto atendimento, como o nome indica. Casos de urgência e emergência são, por exemplo, acidentes de trânsito, cortes profundos, enfartes, traumas (uma perna quebrada, por exemplo), entre outros.

Com a mudança, as UPAs estão dedicadas aos internamentos de covid e ficam fechadas para atendimentos decorrentes de procura direta das pessoas das 7h às 20h, de segunda a sexta-feira, e das 7h às 17h, nos fins de semana e feriados.

Nestes períodos, os casos graves de urgência e emergência serão atendidos nas Unidades Básicas que estão funcionamento como pronto-atendimento (veja mais abaixo). Fora desses horários, as UPAs poderão atender outras doenças e problemas, mas apenas casos graves. 

Unidades Básicas

Dezenove unidades básicas de saúde foram adaptadas e estão atendendo urgências e emergências de Saúde, abrigando os casos redirecionados das UPAs.

Tradicionalmente, as Unidades Básicas de Saúde prestam os atendimentos de rotina de saúde para os moradores da região onde estão localizadas, sendo a porta de entrada da população para o SUS (Sistema Único de Saúde).

Neste período especial, entretanto, as 19 unidades atendem urgências e emergências médicas de segunda a sexta-feira, das 7h às 20h. Dez dessas unidades – uma por distrito/regional – atendem também durante os fins de semana e feriados, das 7h às 17h, como pronto atendimento. 

Clique aqui e veja a lista das unidades básicas que estão funcionando como pronto atendimento.

Clique aqui e veja quais são e onde ficam as unidades que estão com atendimento de rotina, multivacinação (que não sejam de covid).

Prontos socorros

Os prontos-socorros dos hospitais Cajuru, Evangélico/Mackenzie e Trabalhador estão atendendo apenas pacientes com casos graves encaminhados pelos serviços de saúde como Samu, Siate e UPAs.

As três unidades atendem pacientes do SUS na capital.

Moradores de Curitiba que fizerem procura direta nestes prontos-socorros para atendimento de casos leves e moderados serão direcionados às 19 unidades básicas de saúde (ver lista acima).