Depois de mais de dois anos parada, a reforma no Terminal do Santa Cândida vai ser finalmente retomada. A prefeitura de Curitiba assinou nesta quarta-feira (02) uma ordem de serviço que autoriza o reinício das obras de ampliação, retomando, às vésperas da Copa do Mundo de 2018, uma obra que deveria ter ficado pronta a tempo do mundial de 2014.

Iniciada em 2012, a readequação do terminal passou por vários adiamentos e foi entregue incompleta em 2016, ainda na gestão Gustavo Fruet. Nessa mesma época, a prefeitura encerrou o contrato com a empresa responsável pela obra, paralisando de vez os trabalhos. Para fazer essa retomada, serão gastos mais R$ 3,7 milhões.

Leia mais: Terminal Santa Cândida, a obra há anos inacabada 

De acordo com o prefeito Rafael Greca, a continuidade das obras é fundamental para o pleno funcionamento do Ligeirão Santa Cândida/Praça do Japão, em circulação desde o fim de março. Entre as melhorias que devem ser feitas está a construção de uma plataforma metálica para o novo ônibus, além de outros serviços, como pavimentação, calçadas, ampliação dos telhados, revestimento de piso e instalação semafórica.

A conclusão do subsolo é outro ponto central dessa retomada. Quando o terminal foi entregue incompleto em 2016, a área subterrânea destinada às lojas ficou inacabada. Dessa forma, os espaços comerciais serão finalmente concluídos e a Urbs fará uma nova licitação para definir os lojistas que poderão ocupar esses espaços.

Veja também: Justiça volta atrás e determina retorno de quatro crianças com Down para creches

De acordo com o vice-prefeito e secretário municipal de Obras Públicas, Eduardo Pimentel, o prazo para execução dos serviços será de aproximadamente 180 dias — ou seja, o Terminal do Santa Cândida deve ficar pronto somente nos últimos meses de 2018.

Quando o terminal do Santa Cândida será concluído?