Poucos dias depois de assinar sua filiação ao PT e confirmar candidatura ao Governo do Paraná nas eleições deste ano, o ex-senador Roberto Requião saiu em defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Na noite desta quarta-feira (23), ele publicou um tweet provocando o ex-procurador da Lava Jato, Deltan Dallagnol, que foi condenado a pagar multa ao líder do PT pelo famoso caso do “power point”.

A “trollagem” de Requião foi o envio de uma transferência de R$ 1 via Pix. Ao postar o comprovante da transferência no Twitter, o ex-governador escreveu: “Ajudo a pagar mas não faça mais canalhice”.

+ Leia mais: Greca pode decretar fim do uso de máscara no aniversário de Curitiba

A ação de Requião ganha significado de alfinetada porque, também nesta quarta-feira, Dallagnol publicou postagem em seu Instagram para contar que pessoas desconhecidas passaram a realizar depósitos via Pix na conta bancária que o ex-procurador mantém em conjunto com a esposa.

“Em menos de 24h, brasileiros depositaram espontaneamente na minha conta MAIS DE R$ 130 MIL porque estão indignados com a injustiça da condenação que sofri no STJ para indenizar Lula. Não tenho palavras para o carinho, a solidariedade e o senso de justiça desse gesto. Arrasta pro lado pra saber mais! Compartilhe esse post pra que mais pessoas saibam dessa atitude incrível dos brasileiros!”, escreveu Dallagnol.

Segundo postou o ex-procurador, centenas de pessoas fizeram transferências por Pix na conta o casal, que variaram desde R$ 1 a R$ 1.000. Dallagnol disse que foi a esposa que percebeu as transferências e que o CPF dele pode ter sido encontrado na internet.

Veja as postagens de Requião e Dallagnol nas redes sociais!

Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por Deltan M. Dallagnol (@deltandallagnol)

Pantanal

Juma atira nos pés de Jove

Loterias

Veja o resultado das loterias desta terça-feira!

Inverno Chegou

Veja como será o primeiro dia de inverno em Curitiba

Além da Ilusão

Lorenzo declara seu amor por Letícia