Desde a noite de quarta (18), uma enxurrada de vídeos de donos de bares e restaurantes de Curitiba e também chefs de cozinha estão sendo publicados nas redes sociais com um forte apelo: o coronavírus pode ser fatal para restaurantes. Muitos deles já decidiram por conta própria encerrar as atividades para não expor funcionários e clientes risco de contágio do coronavírus (veja a lista). Com a mobilização pública, eles esperam sensibilizar os órgãos públicos para os problemas que estão enfrentando.

LEIA TAMBÉM Curitiba determina que parte do comércio feche para conter coronavírus. Veja lista!

“A gente não sabe o que fazer, se eu fechar, eu vou quebrar. Então tem que manter aberto, mas não dá movimento. E tem a questão ainda de, se estivermos de portas abertas, estaremos incentivando as pessoas a saírem de casa”, apontou o empresário Beto Madalosso.

Os empresários pedem em seus vídeos medidas oficiais, das esferas federal, estadual e municipal, sobre o fechamento preventivo de todos os estabelecimentos. Com a pressão, eles querem respostas sobre subsídios e postergação, ou corte de cobranças de impostos e taxas, e também uma solução menos dolorida para empregados e empregadores em relação a possíveis demissões.

Atualmente, o Paraná tem em torno de 50 mil negócios de alimentação, que geram mais 300 mil empregos diretos e atendem 2,5 milhões de pessoas por dia.

“O fechamento sem uma data prevista para a volta representa para muitos a morte de seus negócios, ou seja, desemprego”, declarou Beto em vídeo publicado em seu perfil de Instagram. Beto tem dois restaurantes, o Madá Pizza e Vinho e o Forneria Copacabana, ambos fechados a partir de domingo (22), assim como todos os 13 restaurantes do grupo Família Madalosso, que emprega diretamente 800 pessoas.

“Estamos desesperados. Sabemos que o prejuízo será enorme, praticamente todo o ano está perdido”, relatou Sérgio Ricardo Wahrhaftig, sócio do restaurante Bobardí. “A ideia de estancar imposto por três meses é um tanto quanto ridícula. Nós não teremos faturamento. Temos imposto para pagar amanhã e temos que escolher se a gente paga o imposto ou os funcionários”, disse Flávio Frenkel, do Anis Gastronomia e responsável pelo Café do MON.

“As medidas tomadas até agora são muito tímidas, arrolamento de dívidas, de impostos. São medidas que neste momento não suprem a nossa necessidade”, observou Pedro Correia, do Ginger Bar.

No restaurante Vindouro, o faturamento caiu 70% em dois dias. “Não temos respostas do governo se fechamos, se não fechamos, como vamos pagar salários, impostos, fornecedores”, declarou Silvana Fetter, proprietária do Vindouro.

Reivindicações protocoladas

O movimento nas redes veio no mesmo dia em que a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes do Paraná (Abrasel – PR) encaminhou ao governo do estado uma série de reivindicações para evitar falências e demissões.

A petição foi protocolada na manhã desta quinta (19) e pede medidas como isenção de impostos obrigatórios e da cobrança de contas de água e luz, além da flexibilização da legislação trabalhista durante o período de crise.

Como prevenir a contaminação por coronavírus

  • Lavar as mãos com frequência/ ou utilizar álcool 70%, principalmente antes de consumir algum alimento;
  • Utilizar lenço descartável para higiene nasal;
  • Cobrir nariz e boca quando espirrar ou tossir;
  • Evitar tocar mucosas de olhos, nariz e boca, higienizar as mãos após tossir ou espirrar;
  • Não compartilhar objetos de uso pessoal, como talheres, pratos, copos ou garrafas;
  • Manter ambientes bem ventilados, evitar contato próximo com pessoas que apresentem sinais ou sintomas da doença;
  • Evitar contato próximo com animais selvagens e animais doentes em fazendas ou criações;
  • Pessoas com sintomas de infecção respiratória aguda devem praticar etiqueta respiratória (cobrir a boca e nariz ao tossir e espirrar, preferencialmente com lenços descartáveis, e depois lavar as mãos).

Baixe o guia de prevenção para compartilhar!

Imprima esse guia em PDF com informações sobre a prevenção do Coronavírus e outras doenças respiratórias virais: