Beleza, simpatia, alegria e muito samba no pé é o que prometem os integrantes do Cortejo Real do Carnaval 2016 para este sábado (6), dia dos desfiles dos Blocos e das Escolas de Samba na Avenida Marechal Deodoro. Depois de conquistar o público e os jurados presentes na eleição, a equipe, eleita em janeiro, transborda disposição para conduzir a folia do Carnaval 2016 e animar seus súditos.

O Rei Momo curitibano teve o reinado prorrogado por mais um ano. Rubens Marques da Silva, de 37 anos, integrante da Escola Imperatriz da Liberdade, assume o posto pela terceira vez. Foi integrante do cortejo em 2013 e ano passado. Já a nova Rainha do Carnaval, Renatha Rosa, de apenas 19 anos, integra o Cortejo pela primeira vez. Ela é passista da Escola Acadêmicos da Realeza e diz estar realizando um sonho.

Rubens trabalha como impressor gráfico e nas horas vagas gosta de jogar bola e aproveitar o tempo para passear com os filhos em parques ou shoppings. Já Renatha é aprendiz de auxiliar de produção e se considera uma viciada em celular e redes sociais. Em suas horas vagas aproveita para dançar.

O Cortejo ainda é composto por Franciele Loiola, de 24 anos, como 1ª Princesa e Daniele Sansone, de 31 anos, como 2ª Princesa do Carnaval. Franciele é Rainha da escola de samba Imperatriz da liberdade e trabalha como Educadora Física em uma academia, dando aulas de ginástica. “Adoro dar aula, não é só minha profissão, é um hobbie. Nas horas vagas amo sair para dançar. Além do samba, gosto muito dança de salão”, diz.

Daniele trabalha como modelo fotográfica e é segunda passista da escola Embaixadores da Alegria. Ela participa das eleições do Cortejo há cinco anos. “Esse ano estou realizando o sonho de toda passista, que é passar pelo Cortejo”, conta. Nas horas vagas ela gosta de ler e dançar. “Gosto mesmo é de estar no meio do povo do Carnaval, onde é só alegria”, declara.

Conheça um pouco mais dos integrantes do Cortejo Real 2016.

Qual a importância de participar do Cortejo?

Rainha:
Representar todas as escolas e a cidade de Curitiba.

1º Princesa:
É a realização de um sonho para toda passista. Nós, as três mulheres e o Rubens, representamos todos os sambistas e todos os passistas de Curitiba que um dia desejam estar aqui também. Então estaremos na avenida representando Curitiba, mas também cada um que samba por aí, em cada escola.

2º Princesa:
É uma responsabilidade. Nós representamos todas as escolas. Trazemos alegria para eles, pro carnaval. É uma festa para todos e nós queremos paz, alegria e que todos se divirtam. É a realização de um sonho, uma alegria que não tem tamanho. É muito bom!

Rubens, em seu terceiro ano como Rei Momo, como você vê a importância do Cortejo?

Rei Momo:
É muito grande para o Carnaval de Curitiba. Eu fico orgulhoso de ter a responsabilidade que tenho, principalmente por representar as escolas na avenida. O que eu posso prometer é que vou estar com muita alegria e muita vontade para passar isso para os presentes. E para quem não possa estar na avenida, nós vamos às escolas para transmitir essa alegria do Cortejo Real. Eu gosto muito de participar. E esse ano, de surpresa, vocês podem esperar uma fantasia mais elaborada que as últimas.

Qual a relação de vocês com o samba? Têm algum samba ou sambista favorito?

Rainha:
Minha família é toda de sambistas. De samba mesmo, vou falar de escola de samba. Eu sou salgueirense. Acho que não tenho uma música favorita, no momento, acho que é o samba enredo da minha escola Acadêmicos da Realeza.

Rei Momo:
Minha relaç&atil,de;o vem desde a infância. Escutava meus tios ouvindo Fundo de Quintal e Dona Ivone Lara. Desde pequeno escuto pagode e samba. Escola de Samba eu sou Gaviões da Fiel, por ser corintiano, e União da Ilha.

1º Princesa:
Gosto muito do trabalho da Beth Carvalho. Em relação a sambas enredos, acho que o do Salgueiro desse ano fala bastante do que eu gosto: malandro, batuqueiro que sai na avenida e faz o que tem que fazer porque ama o Carnaval. Minha relação com o samba não é de família, é por amar desde a primeira vez que escutei, é por ter um noivo que também é sambista e a gente ter se encontrado nessa paixão.

2º Princesa:
Minha relação com o samba é muito importante, vem desde os quatro anos de idade. Minha família inteira é do samba. Em 2003 eu saí como destaque na Mocidade Alegre em São Paulo. Meu marido também é do meio. Em relação à música ou sambista, eu amo todos. No momento, acho que meu favorito é o samba enredo da minha escola Embaixadores da Alegria.

Qual o seu conselho para quem vai aproveitar este Carnaval?

Rainha:
Se beber não dirija!

Rei Momo:
Ir com bastante alegria, é o que nós vamos tentar transparecer para todos os presentes na Avenida. O Cortejo Real tem que exercer essa função. Espero que consigamos fazer isso com muita capacidade e confio nas meninas que estão comigo.

1º Princesa:
Eu acho que todos, independentemente de qualquer crise que o país esteja passando, precisam de cultura, precisam de algo pra ser feliz. O Carnaval traz isso para as pessoas. Quem vai para a avenida é porque está querendo alguma coisa diferente para carregar as baterias para o resto do ano. Esse ditado que diz que o ano só começa depois do Carnaval, é porque precisamos de um gás diferente e a data consegue realizar com maestria.

2º Princesa:
Que todos curitibanos venham assistir nosso Carnaval, porque as escolas estão lindas e vamos trazer muita alegria. Não estamos deixando a desejar para nenhum outro lugar. Venham que a festa vai ser incrível!