Após vários bairros de Curitiba sofrerem alagamentos devido às fortes chuvas deste fim de semana – que atingiram mais de 1,5 mil pessoas e deixaram ao menos 200 desabrigados – um boato começou a circular pelas redes sociais afirmando que a comporta do Parque Barigui teria causado a inundação nos bairros Fazendinha e Cidade Industrial de Curitiba (CIC). A prefeitura, no entanto, afirma que a porta móvel não foi aberta neste fim de semana e que o único motivo dos estragos foi a chuva torrencial.

Leia mais: Saiba onde doar para as famílias atingidas pelas enchentes em Curitiba!

De acordo com o engenheiro Reinaldo Pilotto, superintendente de obras e serviços da Secretaria do Meio Ambiente, a pasta só opera a comporta em dias secos. “Isso é feito com o objetivo de baixar o nível do lago para que, durante grandes chuvas, tenhamos mais espaço para encher o parque de água, já que esse é o seu objetivo”, informou.

Por isso, ele garante que ninguém mexeu no equipamento durante o último fim de semana. “Não abrimos as comportas pra descer as chuvas, e isso não seria nem possível porque tinha muita água passando por cima da estrutura”, comentou. Segundo ele, o nível no local chegou a 1,5 metro de altura, o que, em dias normais, não passa de 20 centímetros.

Leia mais: Forte temporal alaga bairros de Curitiba e traz transtornos à população

Outro fator que também torna inverídica a informação divulgada pelas redes sociais é o tempo de ação após a abertura da comporta. De acordo com o engenheiro, é necessário aproximadamente 12 horas para que a abertura traga diferença significativa no nível do lago. “Isso deixa claro que o efeito imediato visto no fim de semana foi por causa da chuva de verão forte e concentrada que atingiu alguns espaços da cidade”.

Parques têm o objetivo de alagar

Ainda segundo o engenheiro, o lago do Parque Barigui foi planejado na década de 1970, após grandes enchentes registradas em Curitiba. “O montante de água que descia para a região Sul da cidade causava muitos estragos porque essa região é muito plana”, conta. Por isso, o lago foi criado para manter essa água ali. “O parque alagar é algo normal porque ele foi feito para isso”, complementa.

Logo após a criação do lago também foi instalada a comporta que controla atualmente a vazão dessa água. De acordo com Pilotto, essa porta móvel foi modernizada em meados de 2013 e tem operado normalmente.

https://tribunapr.uol.com.br/noticias/curitiba-regiao/parques-de-curitiba-sofrem-com-estragos-e-sujeira-deixados-pela-chuvarada-do-fim-de-semana/