Seis pessoas morreram após um grave acidente envolvendo um caminhão que caiu em uma ribanceira na PR-092, em um trecho entre Cerro Azul e Doutor Ulysses, na região metropolitana de Curitiba, na tarde deste domingo (13). O caminhão, que estava com cerca de 30 pessoas na carroceria, despencou de uma altura de aproximadamente 80 metros, em um trecho sinuoso da pista.

Além das seis mortes, outras 24 pessoas ficaram feridas. A sexta vítima do acidente, identificada como Rosenilda de Oliveira, morreu na madrugada desta segunda-feira (14), no caminho até o hospital.

As outras vítimas do acidente são Assis Cavalheiro, motorista do caminhão; Lucas Cavalheiro, filho de Assis e que era cadeirante. Eneziane Timóteo, cunhada de Assis, e João Maria Rosner, também parente, não resistiram. Valdomiro dos Santos, que era pastor, também não resistiu aos ferimentos.

Segundo Priscila Marconato, secretária de saúde de Cerro Azul, logo após o acidente 20 pessoas foram atendidas na casa hospitalar da cidade. “Agradecemos a ajuda das equipes das outras cidades, que vieram nos ajudar prontamente. Vinte pessoas deram entrada no nosso hospital, sendo duas delas em estado gravíssimo. Uma delas infelizmente morreu no percurso até Curitiba”, explicou a secretária. As vítimas do acidente eram membros de famílias que moram na localidade de Barra do Teixeira, divisa entre Cerro Azul e Doutor Ulysses.

Todas as vítimas fatais do acidente foram encaminhadas ao Instituto Médico Legal (IML) de Curitiba.

Pra Curitiba

Os feridos foram encaminhados aos hospitais Evangélico Mackenzie, Cajuru e Trabalhador. Entre os feridos há idosos e crianças. O Hospital do Trabalhador recebeu oito pessoas, sendo que duas já receberam alta. O Evangélico Mackenzie recebeu 10 pacientes, sendo seis deles crianças e outros quatro adultos. Um policial que se envolveu em um acidente quando estava indo atender a ocorrência foi levado ao Hospital Cajuru com ferimentos.

Caminhão estava com cadeiras instaladas na caçamba. Foto: Polícia Rodoviária Federal (PRE).
Caminhão estava com cadeiras instaladas na caçamba.

carroceria

Transporte irregular

O acidente ocorreu enquanto as pessoas eram transportadas em uma F-400 de forma improvisada. todos estavam ‘acomodados’ em bancos instalados na caçamba. Segundo a PRE, o motorista do caminhão estava com a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) vencida. Além disso, o veículo estava com o licenciamento atrasado. “Infelizmente as vezes a gente se depara com essa situação que é lamentável”, completou a secretária.

Negociação com policial em surto evita o pior no bairro Santa Quitéria