A segunda semana de agosto vai ter sol em grande parte de Curitiba e região metropolitana. Somente a partir de sexta-feira (14) a chuva pode aparecer, mas nada que amenize a maior estiagem dos últimos 23 anos que vêm provocando rodízio no abastecimento de água. Nesta segunda-feira (8), a temperatura máxima em Curitiba será de 26°C no começo da tarde.

Segundo Sistema Meteorológico do Paraná (Simepar), a chuva chega sexta-feira, mas a previsão de que caiam apenas 0,9 milímetros de água, ou seja, uma garoa. Já no sábado (15), a intensidade aumenta consideravelmente para 27,5 mm, o que equivale a praticamente 28 litros de água por metro quadrado. Para os especialistas, para ocorrer uma melhora significativa, seria preciso 200 mm. Curitiba e municípios da região metropolitana são abastecidos pelo sistema que integra as barragens do Iraí, Passaúna, Piraquara I e Piraquara II.

LEIA MAIS – BR-277 é liberada após horas bloqueada por causa de fumaça e neblina. Siga em tempo real!

Uma das consequências desta crise hídrica é refletida nas torneiras das pessoas com rodízios realizados pela Sanepar, empresa responsável pelo abastecimento de água no estado. Desde o dia 17 de março, Pinhais, São José dos Pinhais, Pinhais, Fazenda Rio Grande e alguns bairros de Curitiba, as pessoas estão enfrentando problemas em um período essencial para a lavagem das mãos, o que evita a propagação do novo coronavírus.

Diante de seca tão forte, vale sempre o recado de não desperdiçar água, evitando atividades como a lavagem dos carros e calçadas, além de fechar a torneira ao escovar os dentes, use a máquina de lavar roupa cheia, diminuir o tempo do banho, se atentar aos vazamentos e não esquecer: água não é vassoura pra empurrar a sujeira.


A Tribuna precisa do seu apoio! 🤝

Neste cenário de pandemia por covid-19, nós intensificamos ainda mais a produção de conteúdo para garantir que você receba informações úteis e reportagens positivas, que tragam um pouco de luz em meio à crise.

Porém, o momento também trouxe queda de receitas para o nosso jornal, por isso contamos com sua ajuda para continuarmos este trabalho e construirmos juntos uma sociedade melhor. Bora ajudar?