Um crime bárbaro foi registrado na região central de Campo Largo, na manhã desta sexta-feira (15). Perto das 9h, o funcionário público Paulo Fernando Grossman foi executado a tiros dentro de seu carro, na Vila Bancária. A tia de Paulo também estava no veículo e nada sofreu. Paulo era chefe de divisão no Departamento de Trânsito de Campo Largo (Deptran).

Segundo a Guarda Municipal, ele estava saindo de casa, na Rua Antônio Jordão Guiraud, quando foi abordado pelo assassino. O homem chegou perto do veículo sacou, um revólver calibre 38 e descarregou contra Paulo.

Família disse que Paulo tinha desavenças.

A vítima tentou escapar pulando para o banco de trás do veículo, porém o assassino o seguiu e continuou disparando, tanto que todos os vidros laterais ficaram marcados. A tia de Paulo, que estava no banco do carona, teve apenas a bolsa atingida por tiros. 

Após fazer os disparos o assassino correu, entrou em um Golf vermelho e fugiu. Segundo testemunhas, o atirador era moreno, aparentava ter cerca de 25 anos, tinha barba e vestia uma jaqueta verde.

Paulo chegou a ser resgatado por uma equipe do Siate, mas não resistiu e morreu a caminho do hospital.

Suspeitos

Juscelino Baier, secretário municipal de Segurança Pública, disse ter sido informado pela família sobre desavenças que a vítima tinha. “No final de semana Paulo teria se envolvido em uma briga em uma festa na cidade. Outra suspeita da família é um desacordo comercial na negociação de um carro”, explicou Baier.

Com informações do repórter Jadson André.

Assassino atirou através de todas as janelas laterais. Foto:Aliocha Maurício