Em pouco mais de três horas, sete pessoas foram mortas na noite de ontem, em bairros de Curitiba e região. Policiais militares da Rondas Ostensivas de Natureza Especial (Rone) evitaram uma chacina e mataram três suspeitos. Um PM de folga abateu um assaltante e, em outro caso, ladrões mataram a vítima. Nos dois homicídios restantes, não há pistas da motivação do crime.

Policiais da Rone, no fim da noite, conseguiram evitar que várias pessoas fossem assassinadas. Eles descobriram um grupo – suspeito de ter ligação com o PCC – que seguia a uma casa em Colombo para a matança. A quadrilha foi localizada quando ia para cometer o crime. Houve confronto e três bandidos morreram baleados.

De acordo com o tenente Eduardo, uma equipe da Rone investigava o bando há meses e descobriu que a quadrilha queria vingar a morte de um integrante seu, assassinado há algumas semanas.

Para isso, decidiram juntar entre 10 e 15 homens – todos armados e usando coletes balísticos, divididos em quatro carros e equipados com rádios na frequência da polícia – para invadirem a casa dos rivais, no bairro Monte Castelo, em Colombo, e executar todos que estivessem lá dentro. Depois disso, colocariam fogo na casa.

Várias viaturas da Rone seguiam em comboio para Colombo, para averiguar a informação, quando se depararam com os marginais. No confronto, dois bandidos foram baleados e levados pelos próprios policiais ao Hospital Cajuru, onde chegaram mortos.

Acidente

Um dos veículos do bando escapou do cerco policial. Mas foi seguido e, no meio do caminho, bateu de frente com o carro ocupado por uma família. Por sorte, ninguém da família se machucou.

O Polo dos bandidos capotou e eles escaparam a pé para um matagal próximo. Cinco viaturas da Rone fizeram um cerco ao local e conseguiram localizar um marginal. Houve novo confronto e ele foi baleado. Morreu internado no Hospital Cajuru.

Até o início da manhã, várias viaturas da Rone ainda circulavam por Colombo, procurando o restante dos marginais. A Rone vai se pronunciar sobre o caso ainda nesta manhã.