Você já imaginou como seria ter a responsabilidade de garantir moradia, alimentação e cuidados de saúde para cerca de 200 vidas? Essa é a missão diária da Sociedade Protetora dos Animais de Curitiba (SPAC), instituição que acolhe cães e gatos abandonados na capital paranaense, mas que precisa de ajuda para manter o projeto. De acordo com o último levantamento financeiro da ONG, a dívida com a compra de ração já chega a R$ 15.883,70, além das despesas com funcionários, medicação, mão de obra e encargos.

“Nunca foi fácil manter essa estrutura, mas em 2021 ficou ainda mais complicado. São muitos pedidos de ajuda e os gastos são altos. Nós oferecemos atendimento por valores acessíveis, mas há muita inadimplência, então a conta não fecha. E com ração sempre temos altos e baixos, mas ultimamente a situação se agravou”, relata a voluntária e representante legal da SPAC, Soraya Simon.

LEIA TAMBÉM:

>> Homem é resgatado após três dias em cativeiro. Malandros queriam R$ 400 mil de resgate

>> Doença da vaca louca trava vendas pra China e preço da carne pode cair no Brasil

Atualmente, a instituição conta com 200 animais sob sua tutela, além daqueles que recebem atendimento e auxílio da ONG. “É impossível darmos conta de todos os animais que estão abandonados. A Organização Mundial da Saúde (OMS) alerta, desde 1990, que deve haver controle de natalidade até que todos os animais possam ter uma família. Hoje são milhares de animais em abrigos lotados ou nas ruas. As pessoas precisam ajudar os animais a sua volta e também as ONGs e cuidadores independentes, pois as obrigações e gastos são altos”, destaca Soraya.

Para ajudar nesse cenário, a adoção responsável é um dos caminhos. “Para quem quiser adotar um dos nossos bichinhos, basta ir até a ONG com um comprovante de identidade com foto, comprovante de residência e a guia para cães ou caixa de transporte para gatos. Lá o candidato irá passar por uma entrevista, assinar o termo de responsabilidade e comprovar ter condições financeiras e estruturais de oferecer um lar ao animal. Além disso, todos da família devem concordar com a adoção”, explica a voluntária.

Além disso, a SPAC também recebe doações de ração, materiais e produtos de limpeza, jornal velho, papelão, cobertores e medicamentos. Outra forma de ajudar é com as doações em dinheiro, que podem ser feitas por meio dos dados bancários abaixo:

Dados bancários para colaborações:

Titular: Sociedade Protetora dos Animais de Curitiba
CNPJ: 75.126.474/0001-83
Banco: Itaú (341)Agência: 8616
Conta Corrente: 15283-4
Chave Pix: institucional@spacuritiba.org.br

Web Stories

Pega Pega

Sérgio avisa a Erica que o juiz o liberou sob fiança

Conhece?

Bosques de Curitiba são ótimas opções de passeios

Império

Vicente pede Maria Clara em casamento

6 boas dicas!

Quer emagrecer de graça em Curitiba? É possível!