Em 2020, mais de 180 mil postos formais de trabalho, segundo levantamento da Associação Nacional de Restaurantes (ANR), foram fechados no Brasil, reflexo direto das operações que não conseguiram se manter durante a crise causada pela pandemia de coronavírus. Hoje, com a vacinação relativamente avançada e retomada das atividades econômicas, o segmento de bares e restaurantes começa a se reaquecer. Dados da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel) indicam que o faturamento do setor neste 2021 deve ser de R$ 215 bilhões. No ano passado, esse número foi de R$ 175 bi.

Com a retomada vem também a necessidade de mão-de-obra, seja fixa ou freelancer, os chamados “taxas”. Para ajudar nessa contratação, os empresários do ramo podem contar com a ajuda de aplicativos que encontram a pessoa certa para a função, como a Worc. Fundada em 2018, a startup já gerou mais de 40 mil oportunidades de emprego e, para 2021, prevê um aumento de 700% em sua nova base de clientes ativos.

LEIA TAMBÉM:

>> Starbucks confirma mais uma loja em shopping de Curitiba; espaço terá 150 m²

>> Prêmio Bom Gourmet chega à fase popular e recebe indicações para 12 categorias

A plataforma utiliza um algoritmo que faz um “match” certeiro entre o empregador e o colaborador; por isso é conhecida no mercado como o “tinder das contratações” no mercado de gastronomia. “Usamos gameficação para auxiliar na qualidade do processo. Também entendemos a importância da contratação rápida, por isso a nossa plataforma foi pensada para imprimir qualidade e agilidade”, diz o CEO da Worc, Alex Apter, que fundou a empresa durante o curso de Administração de Empresas da Fundação Getúlio Vargas (FGV).

A plataforma também oferece um recurso chamado equipe na nuvem, para contratação como freelancer ou sob o regime de trabalho intermitente (permitido na última reforma trabalhista, em 2017), onde o funcionário é pago pelas horas proporcionais trabalhadas.

“Todos os restaurantes têm horários de pico, que geralmente são previsíveis. Por isso, muitas vezes não faz sentido ter um número de pessoas trabalhando em dois turnos e a mão-de-obra ficar ociosa”, pontua Apter. O Z Deli, de São Paulo, um dos clientes da Worc, contratou candidatos para mais de 250 demandas pontuais por meio da equipe na nuvem. A startup também atende rede de franquias como o Grupo Trigo, Coco Bambu e Oakberry.

Na Worc, o empresário tem acesso ainda a um simulador de economia de folha de pagamento, desenvolvido em parceria com a FGV. Nele, é possível saber qual a composição ideal de uma equipe para ter uma folha salarial otimizada e manter a qualidade dos serviços.

Além do meio prático para o empregador, Alex Apter conta que há relatos impactantes de pessoas que buscaram trabalho pela Worc. “Muita gente não tem recurso para imprimir um currículo, pagar passagem para entregar em locais onde se concentram bares e restaurantes. A possibilidade de ter renda por meio de trabalhos rotativos vem mudando a vida de muita gente”, frisa o CEO. A plataforma oferece cursos de qualificação para os candidatos. “Nossa proposta é auxiliar eles a crescerem e conseguirem melhores empregos por meio de cursos com nossos parceiros”, diz Apter.

Topa?

Outra opção de aplicativo para contratação é o da startup Toopa, fundada em 2020 para auxiliar especificamente nesta retomada dos estabelecimentos gastronômicos. Neste caso, a plataforma funciona apenas para estabelecimentos que procuram por trabalhadores autônomos, que cadastram o currículo no app. As empresas usuárias podem criar vagas para atendentes, garçons, profissionais de limpeza, caixa, entre outros.

Assim como a Worc, a Toopa também utiliza o algoritmo para conectar de forma eficiente o colaborador e a empresa, além de ter um sistema de geolocalização – o profissional faz o check-in e o check-out ao chegar e sair do trabalho, e o contratante pode avaliá-lo no final da jornada. O empresário também cadastra na plataforma um meio de pagamento, que é debitado e repassado pelo Toopa ao frelancer em até três dias úteis.

Não há cobrança de mensalidade nem planos de assinatura, mas o contratante repassa 10% do valor total do serviço para o aplicativo.

Web Stories

Pega Pega

Treta! Nelito dá um soco em Julio por causa de Cíntia

Você sabia?

Cinco curiosidades sobre Curitiba que nem o curitibano raiz sabe!

Gigante!!

Nova Havan será quatro vezes maior que a loja que será abandonada em Curitiba

Lindas!

Cinco árvores exóticas e raras de Curitiba