O homem identificado como Guilherme Penkal, de 38 anos, suspeito de ser o autor de roubo seguido de estupro, contra a funcionária de uma loja, ocorrido na última sexta-feira (9), no Centro de Curitiba, se entregou à polícia. Ele estava sendo procurado suspeito do crime, mas, na madrugada desta sexta-feira (16), decidiu se entregar na Delegacia da Mulher, no bairro Cabral, em Curitiba.

Segundo a Polícia, Guilherme Penkal tem outras passagens. Em 2011 ele já tinha sido preso por estupro e, em 2013, preso novamente por cometer um ato obsceno em um shopping de Curitiba, sendo identificado pelo banco de dados da Polícia Civil.

O crime

No dia do crime, o suspeito ficou rondando a loja em que a mulher trabalhava esperando o momento em que ela ficasse sozinha para fazer a investida. Ele estava armado e ameaçou a mulher, que foi estuprada. Na saída, ele ainda teria levado o celular da mulher, além de dinheiro e as chaves da loja.

A reportagem não conseguiu contato com o advogado de defesa de Guilherme Penkal, mas se mantém aberta para eventual posicionamento.